Pesquisar este blog

Surto de depressão entre Youtubers. Como resolver?

Vi num vídeo do doutor Paulo Pirulla e num outro vídeo do Maurício Ricardo que, aparentemente parece estar a acontecer e a se alastrar um surto muito grande de depressão entre os produtores de conteúdo do Youtube (ou youtubers, ou youtubeiros). Isso é algo muito sério. Mas, felizmente, o titio Lucho está aqui para resolver este grande problema. Como curar a """"""depressão"""""" dos youtubeiros? Abaixo estão as soluções para a cura definitiva deste mal.
Até o Linkedin pode servir de cura. Pena que o Ceviu encerrou as atividades. Seria mais um a resolver o problema.

Sim, a solução para esse mal é deixar de vadiagem, de frescura e procurar um emprego de verdade e de gente decente (e pelo nível intelectual médio dos conteúdos dos youtubeiros, boa parte deles vão trabalhar como chapeiro, isso se souberem como se manipula uma espátula), pois youtubeiro dizer que está """"""depressivo"""""" e que está sofrendo de """"""depressão"""""" (com muitas aspas mesmo, já que depressão, assim como TOC, bipolaridade, TDAH e ansiedade são desordens neuroquímicas seríssimas para neguinho ficar usando-as para justificar incompetência, inépcia, cu doce ou frescura no rabo) só pode ser por conta de uma única razão: Acabou a mamata e a era do dinheirinho fácil deles. Acabou a era em que eles postavam qualquer bosta e jorrava o dinheiro, já que atualmente youtubeiro só quer saber de dinheiro. Estão piores que puta.

Quer dizer, para alguns, o dinheirinho fácil ainda vai continuar, pois se elegeram e serão políticos, e assim continuarão a ganhar muito dinheiro sem fazer porra nenhuma.

Já eu de minha parte não preciso de nada disso, pois eu estudei e tenho um EMPREGO. Eu TRABALHO. Desculpa aí, biatches. Mas se não quiser desculpar, tudo bem. Estou pouco me fodendo.

Um canal do Youtube, um youtubeiro e um faxineiro

Esta é uma linda história que eu recebi pelo WhatsApp. E como todos nós sabemos, se está no WhatsApp, então é verdade. Ainda mais se for uma história tão linda e crível como esta que vou vos apresentar.

Bom, chega de delongas e vamos à linda história:

Era uma vez um homem que estava desempregado e desesperado a procura de emprego. Ele soube que uma grande empresa estava contratando para a vaga de faxineiro. O homem então decidiu candidatar-se a vaga. Chegando na empresa, foi submetido a um teste. O homem foi muito bem no teste, deixando o chão limpíssimo, a louça limpíssima e as panelas estalando de brilhante de tão ariadas que estavam.

- Muito bom meu rapaz - disse o gerente de RH - o emprego é seu. Só me diga o seu canal do YouTube para que assim, possamos combinar o dia em que o senhor começará a trabalhar aqui.
- Mas eu não tenho canal no YouTube. Não tenho nem computador em casa - disse o homem, entrando em desespero e começando a chorar.
- Como assim não tem canal no YouTube? - perguntou estupefato o gerente de RH - o senhor não sabia que não tem canal no YouTube nem é gente? Sendo assim, se o senhor não é youtubeiro, o senhor não existe, e se o senhor não existe, não poderei te dar esta vaga de emprego.

Depois disso, o homem saiu desolado, sem saber o que fazer, com apenas R$ 10,00 no bolso. Ele passou em frente a um supermercado e conseguiu comprar uma caixa com 5 quilos de batata. Então ele decidiu vender as batatas e rapidamente conseguiu duplicar o patrimônio. Repetiu esse processo mais três vezes e conseguiu juntar R$ 60,00.

Então, ele verifica que consegue sobreviver assim. Sai de casa cada dia mais cedo e volta cada vez mais tarde, e assim triplica o dinheiro todo dia. Pouco tempo depois, compra uma Kombi, depois troca por um caminhão e logo em seguida compra uma pequena frota de veículos para distribuição.

Em cinco anos, o homem passa a ser dono de uma das maiores redes de supermercados do país, empregando milhares de pessoas e oferecendo vários tipos de alimentos (não só batatas). Pensando no futuro de sua família e de seus funcionários, decide fazer um seguro de vida. Chama um corretor, acerta um plano e quando a conversa acaba, o corretor lhe pede o canal do YouTube para acertar os últimos detalhes.
- Mas eu não tenho canal no YouTube - disse o homem.
- Não tem canal no YouTube? - disse, surpreso o corretor - e mesmo sem um canal no YouTube chegou a construir um império desses? Imagine o que o senhor seria se tivesse um canal?
- Eu seria faxineiro - responde o homem sem titubear e com um sorrisinho nos lábios.
- É. O senhor está certo. Youtubeiro nem é gente.

Linda história, não acharam? Motiva a gente a procurar trabalhar com emprego de verdade e de gente.

E sim, tomei a liberdade de fazer algumas alterações. Onde que você compra 10 quilos de tomate com R$ 10,00?

Para que servem cursos de humanas (em resposta ao André do Ceticismo.Net)

O professor doutor André Carvalho, do site ceticismo.net, cujo link prefiro não colocar, postou um vídeo que é um tremendo desserviço ao conhecimento e à educação. Olha, é tanto desserviço o tal do vídeo (e um texto que o acompanha) que eu prefiro nem publicar o tal do vídeo:


Ih!! Agora publiquei. Bom, agora foda-se.

Apesar da grande revolta entre o pessoalzinho de humanas, ninguém respondeu a pergunta-chave: Para que serve as humanas? Já que ninguém respondeu, eu respondo. Serve para muitas coisas. Aí vai a utilidade de cada uma delas:

Comecemos pela filosofia. Não fosse a filosofia, não existiriam Aristóteles, um misógino, aristocrata e escravocrata que dizia que dizia que mulheres tinham menos dentes que homens, que o cérebro servia para resfriar o sangue, que no coração é que é guardada a consciência, que objetos pesados caem mais rápido no chão e que OOOODDDIIIIIAAAAAVVVVAAAAA todo e qualquer tipo de experimentação científica. Também não existiria Platão, que foi o criador daquela palhaçada de Atlântida, que também OOOODDDIIIIIAAAAAVVVVAAAAA todo e qualquer tipo de experimentação científica . E, principalmente, não existiria Olavo de Carvalho, que dispensa apresentações. E os três se merecem.

Depois temos a sociologia. Não fosse por ela, não existiram pessoas que se preocupam tanto com os problemas da sociedade, como Fernando Henrique Cardoso, que se preocupa com a educação (instituindo aprovação automática) e com a aposentadoria (chamando quem se aposenta com menos de 50 anos de vagabundo, sendo que ele se aposentou com 38). E o mais curioso é que um dos maiores críticos do FHC era outro sociólogo, este sim que merece todo o nosso respeito e nossa reverência, o Betinho.

Não fosse a antropologia, não existiriam o Tedson, nem o Jae Hoo Kim. E coitado do Darcy Ribeito.

Não fosse os estudos de gênero, não existiriam Xs lacradorXs, nem os fiscais de cu, piroca e xoxota alheias. Uma coisa antes restrita aos evanjegues agora é mais feita e praticada pelo pessoal da lacração. E viva o efeito ferradura.

E não fosse a pedagogia, não existiriam Vygotski, Piaget (que depois o André disse disse que ele era biólogo especializado em molusco. Tudo a ver), Paulo Freire, Walon, Freinet, Emilia Ferreiro, Maria Montessori e o pai de todos eles, Rousseau, que abandonou os filhos no orfanato para fugir com a amante. Não, Mortimer Adler não se inclui e ai de você se falar algo de positivo dele.

Ainda sobre filosofia, não gostar de ser contrariado parece ser algo generalizado entre os "amigos do saber", não somente entre os professores de filosofia que dão nota zero para o aluno porque ele disse algo que o professor não concordou. Quando eu usava o Twitter, vivia tirando sarro das besteiras e bobagens ditas pelo Olavo de Carvalho e pelo aluno número 1 da escolinha do professor Olavo, que é um certo roqueiro fracassado que não consegue nem tocar num barzinho entregue às moscas e baratas e que atualmente é youtubeiro, cosplay de Jesus Cristo e vende masterclass de curso fuleiro (de filosofia, claro). E os "amigos do saber" e reis da oratória, da retórica, da dialética, do pensamento, do saber e do caralho a quatro, ao invés de me responderem, ambos decidiram me bloquear. Ambos poderiam muito bem me ignorar, afinal eu sou um Zé Ninguém (e admito que sou mesmo. Mas é que eu não preciso de Internet para viver. Eu estudei e tenho um emprego. Desculpa aí), mas para eles perderem o tempo deles (afinal, o recurso mais valioso que qualquer pessoa tem é o próprio tempo) vendo quem era este tal filho da puta chamado Lucho e decidir bloquear este tal filho da puta chamado Lucho é porque eu devo ter enfiado com tudo o dedo na ferida e eles não tinham o que dizer para me responder. O que me faz concluir que eles não são tão assim amigos do saber.

Eu tive aulas de filosofia nos meus dois últimos anos do ensino fundamental e digo que, depois das aulas de educação artística, essas aulas de filosofia foram os maiores desperdícios de tempo da minha vida estudantil. No horário em que eram dadas essas duas porcarias, poderiam ser dadas aulas de alguma matéria de verdade, ou então poderiam liberar o aluno mais cedo, já que ficar aumentando a quantidade de aulas e de dias letivos não vai melhorar a qualidade do ensino (como aliás, não melhorou). Até porque, isso de ficar fazendo sempre a mesma coisa esperando por resultados diferentes tem um nome, que eu agora não me lembro qual é esse nome. Alguém poderia me ajudar a lembrá-lo, por favor?

Faltou mais uma área importante das humanas, que tem muita utilidade hodierna: Ciência política. Ciência política serve para vagabundo criar canal no youtube, falar um monte de bosta, xingar esses filhos da puta que usam adblock, pedir esmola pelo mendigon ou pelo mendiga.se e, vendo que a esmola ganha é pouca (dá-lhe efeito Genovese) decidem se candidatar a deputado estadual ou federal para que o povo eleja o Lindbergh Farias que merece.

Que tal pensar antes de falar?

Decidi escrever (na verdade, digitar) este texto depois de ter que ficar lendo e ouvindo um monte de abobrinhas, frases batidas, clichês e chavões que o pessoal tanto diz sem pensar sobre elas, e soluções simples para problemas complicados. Para este último, eu sempre me lembro (e gosto de lembrar) uma frase que diz que "para todo problema complexo sempre existe uma solução simples, elegante e completamente errada" (eu li essa frase e estava atribuída a H. L. Mencken. Não sei se ele realmente disse isso. Apesar que tem toda a cara de ter sido dito por ele).

 Seguem então essas frases que o pessoal gosta tanto de falar sem pensar:

"Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida"

Sim, comecemos com a frase supostamente dita por Kung Fu-Tzu (ou Confúcio, caso você vergonhosamente não saiba o nome original dele) e que está aos montes por aí na Internet (e todos sabemos muito bem que, se está na Internet é verdade), pois certamente nós séculos VI e V antes de Cristo, quando Confúcio viveu, já existia toda uma problemática complexa do cidadão com seu emprego.

Trabalhar com o que ama e assim não terá mais que trabalhar na vida? Legal isso. Só quero ver o dia em que os patrões levarem a sério essa frase e decidir não mais pagar salários, afinal, o funcionário "não está trabalhando". Garanto que o "amor" acaba na hora.

Eu só queria saber quem realmente disse essa frase e quem a atribuiu a Confúcio?

Aliás, por falar em amor e trabalho...

"Trabalhe por amor, não por dinheiro"

Olha, eu até aceitaria trabalhar por amor, se esse tal de amor pagasse minhas contas, se com esse tal de amor eu pudesse comprar as coisas que eu tanto quero e se se com esse tal de amor eu também pudesse investir em imóveis, ações ou fundos de ações (poupança não que poupança jamais foi, nem será, investimento). Como não dá para fazer nada disso com esse tal de amor, prefiro trabalhar por dinheiro mesmo.

Sim, eu trabalho por dinheiro, caro amiguinho que está me olhando com olhos arregalados e querendo me apedrejar (pois parece que é crime dizer que trabalha por dinheiro e não por amor). E eu vou provar que você também trabalha por dinheiro. Aí vai: Você fica irritado quando a empresa onde você trabalha atrasa o pagamento do salário ou do décimo terceiro? Se você respondeu sim, parabéns, você trabalha por dinheiro.

Aliás, eu só trabalho porque é assim que eu ganho dinheiro. Se eu pudesse ganhar dinheiro e não tivesse mais que sair de casa, podendo ficar o dia todo navegando na Internet, assistindo a desenhos ou ao NetFlix, pode ter certeza que eu faria isso.

Ainda falando em trabalhar por amor eu em lembrei disso


Na verdade essa imagem seria usada num outro texto, mas já que falei sobre isso, vou usar aqui e o outro texto que se foda.

Olha só os exemplos usados. Poderia ter parado em Lady Gaga, dizendo que citar Lady Caga gagou com todo o texto, mas o texto é tão merda, tão ridículo que esse detalhe nem estragou o conjunto da obra.

Sobre Leonardo da Vinci, o pessoal acha que ele ganhou dinheiro pintando a Monalisa? Ou será que ele ganhou dinheiro pois ele era um polímata, que jogava nas onze e desempenhava várias funções, dentre elas, a de engenheiro bélico, já que ele não era bobo e sabia muito bem o que, desde aquela época, realmente dá dinheiro?

Sobre Steve Jobs, bem... aqui mostra quem realmente ele era. É só no Brasil que o pessoal chupa a rola do Steve Jobs. No resto do mundo quem o pessoal valoriza é o outro Steve, o Wozniak, o VERDADEIRO gênio por trás da Apple.

Sobre o U2, aí tenho que dar o braço a torcer e concordar que eles trabalham por amor e não por dinheiro. Tanto é verdade que os membros da banda jamais pensariam em processar uma pequena banda por cantar uma de suas músicas e com isso levar a banda e a gravadora dessa banda à falência. E o pessoal ainda fica puto com Metallica, AC/DC e Kiss.

E falar sobre Mozart a respeito de quem trabalha por amor e não por dinheiro é o auge da crueldade, pois ele jamais ganhou um centavo com as óperas que ele compôs e morreu na mais absoluta miséria, com uma grave enfermidade e com apenas 35 anos.

E para terminar, quero ver se quem escreveu esse textículo (texto ridículo) tem coragem de dizer na cara de quem tem chefe filho da puta ou de quem trabalhou numa empresa que teve que fechar as portas ou de quem abriu uma empresa mas acabou tendo que fechá-la com menos de 3 anos de existência que eles não tiveram reconhecimento pois não se dedicaram e não "colocaram amor o suficiente nas coisas que faz". Pessoal lê lição vagabunda de livro vagabundo de autoajuda e não pensa no que diz (e é por isso que estou escrevendo este texto).

 "Questione sempre as autoridades"

Sempre há alguém que quer dar uma de revoltado, de revolucionário, de rebelde sem causa, de não conformista e de insatisfeito com tudo isso que está aí.



Devemos sempre questionar as autoridades, exceto aquelas que dizem tudo aquilo que a gente gosta de ouvir.

O curioso é que quem diz essa frase sempre é uma autoridade (ou gosta de posar de uma). Deveríamos então questionar tudo o que essa autoridade diz? Incluindo essa frase?

"Se os políticos não prestam e você vive criticando políticos, por que você não se candidata?"

Mas que ótima ideia, amiguinho. Vou me candidatar agora mesmo. E você financia minha campanha eleitoral? Pois se eu for me candidatar ao que quer que seja, eu vou me candidatar para ganhar. Jamais para pagar mico tendo meia dúzia de votos e ajudando a eleger os outros.

Mandei essa pergunta a alguns ingênuos idiotas que possuem soluções simples para problemas complexos e que sugeriram isso e até agora estou esperando pela resposta. Este texto ao menos foi honesto, ao dizer que, por mais que a pessoa seja honesta, correta, direita, de bem, bem intencionada e queira fazer coisas boas, sem um financiador por trás da sua campanha eleitoral, ela não tem a menor chance de se eleger.

E não me venham aqui falar em Twitter, facebosta, youtoba, tumblr, blog e outras merdas de redes sociais em que o candidato pode fazer sua campanha eleitoral de graça. Elas não servem para porra nenhuma. Quem discordar, que me dê o nome de um político que não gastou um único centavo e se elegeu graças, única e exclusivamente, à xoxomídia.

"Toda generalização é burra"

Inclusive essa?

"O preço de um determinado produto ou serviço está muito alto? Boicote que a empresa é obrigada a baixar os preços"

Ah!! O boicote. Essa coisa tão fetichizada e tão fashionizada (sei lá se existe essa palavra). Essa coisa tão linda no papel, tão linda na teoria, mas que na prática... Como se faz um boicote em bens essenciais? Ou então como se faz um boicote quando há monopólios?

mimimi Mas num mundo ideal haveria concorrência e mimimi...

Num mundo ideal a Ellen Roche estaria nua pela sem roupa de perna aberta na minha cama. Acontece que vivemos num mundo real, e no mundo real há monopólios, sejam os monopólios naturais em que não há jeito de haver concorrência, como distribuição e tratamento de água e esgoto, distribuição de energia elétrica, distribuição de gás, concessão de transporte público, envio e entrega de correspondências ou o caso de haver apenas uma rota entre duas cidades e essa rota ter pedágios; seja em situações em que se transformaram em monopólios, como Internet e telecomunicações (aliás, não eram as privatizações que quebrariam os monopólios estatais e permitiriam uma ampla concorrência e queda de preços nesse setor? Estou vendo. Muito obrigado senhores privatistas. Caí no canto da sereia e acabei tomando no cu)? E quando se trata de cartéis?

Curioso que já vi gente fazendo esse tipo de questionamento e, como era de se esperar, esse pessoal que fez esse questionamento não recebeu resposta alguma dos adeptos de soluções simples para problemas complexos. Eu mesmo mandei e-mails para esses palhaços perguntando como se faz para boicotar monopólios e também não recebi resposta alguma.

Sem contar que pode ser que se faça boicote aos produtos de uma determinada empresa e os preços não caiam. E aí?


"Revolução armada é a única solução para esse país"

Ah a revolução armada. Aquilo que faz os filhotinhos de Paulo Freire e os seguidores do Bolsonaro (daqueles que dizem "Bolsomito, por favor, coma minha filha") se unir numa belíssima ferradura, iguais as que esse pessoal tanto usa como calçado. Claro, revolução armada e guerra civil é a única coisa que pode dar certo por aqui. Afinal, o que são vida de inocentes ante ao bem maior (sim, todos que propunham revolta armada estavam pouco se fodendo para a vida de inocentes. Desde que não fossem parentes deles ou eles mesmos, é lógico). Se bem que... revolução armada não é coisa de terrorista?

Ah não. Dependendo da motivação não é não. Frase idiota essa, né? Pois foi justamente isso que me disseram quando eu perguntei sobre isso ser coisa de terrorista. Ou seja, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. E mais uma vez, eis a ferradura.

"Esteja sempre motivado. Acredite em você"

Ah... a motivação...

Todo cadáver no Everest já foi um dia uma pessoa extremamente motivada


Varejão do Ensino oferecendo Bolsa de Estudo de 100%? Vai sonhando...

Hoje é dia 7 de setembro, dia muito importante, tão importante que é feriado e só mesmo em feriado para eu ressuscitar e decidir visitar essa bosta.

Já vi muita gente questionando o porquê de ainda existir propaganda e por que empresas gastam tanto dinheiro com publicidade e propaganda, já que essas pessoas que fazem essas perguntas não são influenciadas por propagandas (aham, tá bom. Podem não se influenciar com propagandas, mas com outras coisascertamente elas são influenciadas. Vocês não são mavericks, meus filhinhos). A resposta para esses dois questionamentos é a mesma: Porque funciona. Empresas não jogam dinheiro na privada e depois dão descarga. Elas gastam dinheiro com propagandas porque elas sabem que elas funcionam, que elas chamam atenção. Caso não funcionasse, as empresas não gastariam um centavo.

E uma propaganda dessas acabou chamando a minha atenção (olha só como funciona). Na tal da propaganda, uma universidade particular (dessas universidades caça-níquel, que só quer saber de dinheiro, localizada em área nobre, com mensalidades altíssimas e que, para não fazer propaganda aqui de quem não deve, doravante será chamada de Varejão do Ensino) estava oferecendo bolsa de estudo de 100%. Em outras palavras, uma faculdade que só quer saber do dinheiro do estudante está oferecendo oportunidade de alguém estudar lá de graça. Na hora, minhas anteninhas de vinil detectaram que havia truta nisso aí, ou que havia coelho nessa toca.

Primeiramente que a página para se inscrever para receber a bolsa é uma página extremamente comprida, e o link com o regulamento estava no rodapé da página, num link bem pequeno e bem discreto. Cliquei no link e apareceu um PDF.



Uma coisa que eu esqueci de dizer é que as Bolsas de Estudos levavam em consideração o ENEM. E para ter bolsa de 100% teria que ter obtido pelo menos 800 pontos (de 1000 pontos possíveis) na prova. OK, isso eu acho justo (sem ironias). Você não vai dar o benefício de  desconto de mensalidade a quem não sabe nem ler e escrever e tira nota baixa no ENEM (só em pedagogia isso acontece. Mas desde quando pedagogia é curso e pedagogo é gente?).

Mas vocês repararam que há um asterisco no item em que fala sobre o desconto integral? Isso significa que há uma condição para que seja dada essa bolsa integral. Que é...


Pois é. Bom demais para ser verdade. Desconto integral apenas para as TRÊS PRIMEIRAS INSCRIÇÕES? Depois que se passar a enorme quantidade de três inscrições de pessoas que tiraram mais de 800 pontos no ENEM, os azarados subsequentes terão o "privilégio" e o "benefício" de receberem desconto de 50% nas mensalidades. Pode parecer muito, mas trata-se de uma universidade caça-níquel em bairro nobre de mensalidade extremamente cara. Mesmo com desconto pela metade, a mesma ainda é de 4 dígitos.

E tem mais:


Isso mesmo. Não é para todos. Vocês que querem fazer cursos de medicina humana, medicina veterinária (cursos extremamente baratos), gastronomia, cursos a tarde ou cursos online, mesmo que tenham tirado mais de 800 pontos no ENEM, não terão nem bolsa de 5%. E se fodem aí.

Realmente, tinha truta nessa propaganda. Depois de tudo isso a conclusão a que se chega é: Como sempre, o Lucho está certo.

Cadê o gigante? Ele ainda não acordou?

Uma coisa que eu percebi esses dias. Enquanto acontecia a Copa do Mundo lá na Rússia, fez cinco anos daquela palhaçada, babaquice, estultícia, estupidez, ignorância, retardo mental do junho de 2013, em que, por conta de vinte centavos no preço do busão, o gigantinho criado com leite-com-pera pela vó decidiu acordar, vandalizar o patrimônio público e privado alheio (mas era sem vandalismo), expulsar aos socos, murros e pontapés quem estivesse com uma bandeira, camiseta ou botton de partido político, ou quem carregasse uma câmera ou um microfone, para depois ir no facebosta dizer "isso a mídia não mostra" (mas era sem violência), dizer que os políticos que ali estavam não o representavam e protestar... elegendo os mesmos. Sim, tudo isso por vinte centavos, mas que o gigantinho dizia que não era só por vinte centavos, embora tenha sido a única coisa que eles conseguiram

Bom, vinte centavos, né? Então tá (clique na imagem que ela amplia).


Sim, notícia da imprensa-golpista-burguesa-conservadora-reacionária-autoritária-malvada-feia-chata-boba-elitista-racista-branca-de-olhos-azuis vinculada à #globolixo. A quem chilicou com isso, pode parar com a leitura agora mesmo e ir proferir os seus chiliques na área de comentário. Mas sejam criativos, assim, quem sabe, eu o publico.

Está certo que foram cinco centavos. Mas é um começo. Cadê o gigantinho que ainda não acordou? Será que a vovó ainda não deixou ele sair do apartamento, dizendo que eles só sairiam assim que acabar todo o leitinho com pera?

E viva a era e a sociedade da informação e do conhecimento.

Não tem nem o que dizer. Veja o vídeo feito pelo G17, um desses sites humorísticos de notícias falsas (humorístico. Não estou a me referir àqueles sites que fazem e repassam notícias falsas de maldade), tal qual o Sensacionalista e o pai de todos eles, o The Onion, e conclua por si mesmo:


Como era de se esperar, os mais velhos muito mais bem informados que os mais novos. Viva os Millennials. Viva a geração Ydiota, Ymbecil, Ygnorante e Ystúpida. E quem diria que os Millennials não são assim tão inteligentes.

Parece que para algumas pessoas é humilhação dizer que não sabe a respeito de alguma coisa ou de algo que lhes é perguntado. Não é vergonha não saber, afinal não dá para saber tudo de tudo. Inclusive, é muito mais bonito dizer que não sabe e não conhece sobre o assunto ao invés de dar uma de conhecedor e passar uma vergonha dessas.

Escândalo da Copa 2018. Ou... o texto que vocês tanto aguardavam, foi publicado.


E mais uma edição da Copa do Mundo chega ao fim. E o que eu disse no meu primeiro texto de 2018 aconteceu. Como era uma Copa realizada na Rússia, não aconteceria um Mineiraço, mas aconteceu um Kazanzaço com Brasil, Argentina e Alemanha (pois é. Olha a coincidência. Os três gigantes eliminados jogando no mesmo estádio). Se bem que acabou sendo um Kazanzaço mesmo para a Alemanha, pois se Brasil e Argentina foram eliminados, na segunda fase, por Bélgica e França, respectivamente, Alemanha foi eliminada ainda na primeira fase pela fortíssima seleção da Coreia do Sul. Foi feito. Muito feio. Feio demais.

E com o fim de mais uma edição de Copa do Mundo, estou começando a entrar numa fase de depressão pós-Copa. Por duas razões. A primeira é esta (não consigo ver esse vídeo sem que apareça os malditos ninjas cortadores de cebolas. Tchau Zabivaka). E a segunda, e principal razão, é que, com o fim da Copa do Mundo, vai voltar o varzeão (campeonato brasileiro) e a Lixortadores (não se pode dizer que prefere a Premier League, La Liga, Bundesliga ou Champions ao Brasileirão ou Libertadores sem que apareçam babacas para chamar de esnobe ou torcedor Nutella. Desculpa senhores, mas eu não trabalho em cooperativa de reciclagem para gostar de lixo). Bem que podia ter Copa do Mundo todo ano (neste exato momento causei a ira de um monte de politizados de merda que acham que futebol é alienação e que assistem a canais de youtubeiros politizados em busca de opinião pré-fabricada para não terem de usar o cérebro, já que quando eles tentaram usar o cérebro, acabou doendo e fedendo).

E a seleção brasileira, mais uma vez, deixou a taça escapar . E, por causa disso, já começou a circular o texto que confirma o que todos os Pachecos já desconfiavam: A COPA FOI COMPRADA !!!!!!!111!!!1!!ONZE!!!!11!!!ONZE!!!!!

Talvez, isso explique a razão do jogador Thiago Silva ter declarado a seguinte frase:

"Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Copa do Mundo de 2018, ficariam enojadas!" [Ele disse isso antes ou depois de chorar? Se bem que essa Copa, ele preferiu jogar a chorar]

Todos torcedores brasileiros ficaram chocados [Derrotas são chocantes. Pachecos também são floquinhos de neve?] e tristes por assistir a maneira como o Brasil perdeu a Copa. Não deveriam. [Não deveriam mesmo. Jogou pior e mereceu a eliminação]

O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas [Wall Street Journal of Americas????????] e a VEJA e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos.

Fato comprovado:

O Brasil VENDEU a copa do mundo para a Fifa [E as outras seleções? Não venderam também?]. Os jogadores titulares brasileiros foram avisados, às 23:00 do dia 2 de Julho (dia do jogo de oitavas de final), em uma reunião envolvendo o Sr. Rogério Caboclo (na única vez que o presidente da CBF compareceu a uma preleção da seleção), o Técnico Adenor Leonardo Bachi, o Sr. Cláudio André Mergen Taffarel, supervisor da seleção, e o Sr. Ronald Rhovald, representante da patrocinadora Nike. Os jogadores reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos ou no lobby do hotel [É só a seleção brasileira que aceita dinheiro para ser derrotada. E as outras?].

A princípio muito contrariados, os jogadores se recusaram a trocar o hexacampeonato mundial por um grande valor em dinheiro. A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$70.000,00 para cada jogador, mais um bônus de US$400.000,00 para todos os jogadores e integrantes da comissão, num total de US$ 23.000.000,00 vinte e três milhões de dólares) através da empresa Nike [Assim como a Odebrecht, Nike tem um setor de propina?].

Além disso, os jogadores que aceitarem o contrato com a empresa Nike nos próximos 4 anos terão as mesmas bases de prêmios que os jogadores de elite da empresa, como o Harry Kane, da Inglaterra, Batistuta [Batistuta????????], Arjen Robben, da Holanda e Cristiano Penaldo de Portugal.

Assim, combinou-se que o Brasil seria derrotado durante a cobrança de pênaltis no jogo das quartas de final, porém a apatia que se abateu sobre os jogadores titulares fez com que a Bélgica, que absolutamente não participou desta negociação, marcasse, em duas falhas simples do time brasileiro, os primeiros gols.

O Sr. Gianni Infantino, presidente da Fifa, cidadão italo-suíço, aplaudiu a colaboração da equipe brasileira, uma vez que o campeonato mundial trouxe equilíbrio à Bélgica num momento de crise jamais registrada naquele país, com crescente xenofobia.

Garantiu, também, ao Sr. Ricardo Teixeira [Ricardo Teixeira não é presidente da CBF há um bom tempo, viu?], através de seu tio, João Havelange [só se foi o ectoplasma dele. E ademais, o senhor Jorão Havelange era sogro do Ricardo Teixeira], que o Brasil teria seu caminho facilitado para o hexa campeonato de 2022. [Assim como em 2018, 2014, 2010]

Passem esta mensagem para o maior número possível de pessoas, para que todos possam conhecer a sujeira que ronda o futebol! [Toda bosta de hoax sempre tem essa frase pedindo para que se compartilhe o máximo possível]

Desde, já agradeço, Um abraço.
Gunther Schweitzer
Central Globo de Jornalismo [Ué? Mas não é #globolixo?] 
Eis o texto que fez e faz a alegria de todos os Pachecos.

Batistuta, Ricardo Teixeira, João Havelange? Quando forem criar um hoax, procurem se atualizar. Para não passar tanta vergonha assim.

Deixa aqui o titio Lucho explicar como que funciona o esporte para esse bando de boçais que não entendem como funcionam os esportes (e depois querem dar os seus pitacos sobre política). Não dá para ganhar sempre. As vezes a gente perde. Paciência. O adversário foi melhor e mereceu nos derrotar. Assim é no esporte bem como assim é na vida. E outra coisa, se for analisar as últimas convocações para as Copas (especialmente depois de 2006), quartas de final ou mesmo o quarto lugar foi lucro.

Aliás, ao menos na minha visão, esporte é a melhor escola da vida que existe (qualquer esporte, sem exceção, nem predileção alguma). No esporte é ensinado sobre disciplina, sobre autoridade, você aprende a lidar com a frustração, com a decepção, com a ideia de que nem sempre você vai ganhar, que mesmo perdendo, deve-se reerguer, levantar a cabeça e partir para a próxima para vencer, aprende que, assim como há momentos inesquecíveis, também há momentos que a gente adoraria esquecer. É uma bela escola da vida, algo que eu só notei muuuuuuuuuuuuuuito tempo depois.

Tchau Twitter, foi bom enquanto durou, mas já deu.

Sim, é isso que vocês estão vendo. Uso o Opera.

Essa era uma decisão que eu matutei nos últimos dois meses. Será que eu ainda manteria minha conta no Twitter ou daria cabo dela de uma vez por todas já que eu só perdia tempo e não me acrescentava nada aquela bosta. Bom, só por essa última frase vocês já sabem o que eu decidi fazer nessa semana. E decidi fazer por duas grandes razões.

A primeira é que, não tem jeito, por mais que eu tente ser sociável eu não consigo. Sou um antissocial de carteirinha. A misantropia corre em minhas veias. Não gosto de interagir com as pessoas. Só interajo no trabalho por pura obrigação. E essa primeira razão ganhou mais força por conta da segunda razão.

E a segunda razão foi que, fui perceber só muito tempo depois, que eu seguia um bando de idiotas. Essa que é a verdade. Infelizmente as pessoas que tiveram o privilégio de que as seguisse se mostraram grandíssimas idiotas, que na sua área de trabalho mostram-se que são muito boas, mas saiu daí (especialmente quando falam de política. Por que não estou surpreso com isso?), só falam bosta. É o efeito Dunning-Krugger em ação. E depois os twitteiros falam de quem tem conta no facebosta (não que usuários do facebosta não sejam um bando de ignorantes, mas quem é tuiteiro para falar disso?).

Além disso, até mesmo o Twitter virou uma praça de mendigos. Não basta blog, youtubeiros, podcasteiros e jornaleiros pedirem esmolas, também tem tuiteiros pedindo esmolas com aquelas merdas de Patreon, Padrim, Apoia.se e outras plataformas para mendigagem? Eu não suporto mendigos.

Aliás, por falar em mendigos, uma coisa que eu percebi é que você pode chamar um produtor de conteúdo de filho da puta. Pode chamar tranquilamente que ele não liga. Você só não pode fazer essas três coisas:
  • Falar que ele publica só notícias falsas.
  • Falar que ele é um mendigo.
  • Falar que, com o AdSense pagando cada vez menos, ele vai ter que trabalhar como chapeiro.
Diga uma dessas três coisas que você ganha um block na hora. É batata.

Sem contar que, esperava-se que, com as redes sociais, as celebridades sairiam de seus pedestais de mármore e juntar-se-iam aos meros mortais. Não aconteceu isso. Não só não aconteceu isso, como as celebridades da Internet (e neste exato momento estou fazendo uma força sobre-humana para não cair na gargalhada ao ter dito essa expressão) agora acham que são estrelinhas e que estão num pedestal de mármore. O que eu vejo de gente se humilhando para ter um pouco de atenção dessas estrelinhas. É mediocridade demais para o meu gosto, fico de estômago embrulhado.

Foi por causa de tudo isso. Pura e simplesmente. Não se trata de hacker russo que apaga tweets e contas aleatórias, nem de lacrador recém convertido querendo apagar seu passado afrodescendente de branco piroco opressor (desculpa por usar essa novilíngua débil mental. Juro que isso não acontecerá mais aqui no Blog), nem de retardada idiota que decidiu caluniar uma pessoa ao acaso porque estava puta da vida e sem ter o que fazer e acabou tomando na tarraqueta pois levou o processinho, nem de neguinho que disse merdas cabeludíssimas e escabrosíssimas e pediu uma ajuda a funcionários do Ministério da Verdade para apagar o passado com medo de perder os patrocínios. Em relação a este último, eu não preciso fazer isso mesmo pois eu estudei. Eu trabalho. Eu tenho emprego.

Apesar de tudo isso, fico muito feliz de, durante a minha estada no Twitter, ter sido bloqueado pelo Olavo de Carvalho (que é concidadão meu. Desculpa mundo). Parece que o "polemista" (como li certa vez num cretino por aí) não gosta quando os outros zombam das bobagens que ele fala, como é o habitual com qualquer criticuzinho. Além disso, também fui bloqueado por um certo youtubeiro roqueiro metaleiro cristão haut comme trois pommes por ter dito a ele que, com o Adpocalipse, ele teria que trabalhar no Burger King. E são dois blocks que eu sofri da qual eu tenho muito orgulho.

Quem duvidar do que eu disse, Archive.org está aí para isso. Se bem que eu era tão insignificante que creio eu que ninguém vai querer perder tempo fazendo isso (pelo que pude ver, até agora ninguém notou minha ausência). As vezes é bom ser um Zé Ninguém na Internet.

E aos ignóbeis que eu seguia, continuem chafurdando em seu chiqueiro de ignorância e boçalidade. Eu caí fora. Tanto que até apaguei a senha do Twitter que eu tinha armazenada no KeePass. Eu é que não vou agir como um idiota na terra dos idiotas. Deixo isso para os outros, quem têm mais experiência nessa função.

Links da semana - 61.

E vem aí mais uma lista de textos da semana. Segue abaixo:
E até a próxima.

Links da semana - 60.

E aí vem mais uma lista de links da semana:
Até a próxima.

Vai começar a Copa do Mundo de futebol: O ópio

É isso aí é gente. Junho de 2018 já começou. E além de completar cinco anos daquela palhaçada em que o gigantinho leite com pera criado em apartamento pela avó dizia que não era por vinte centavos porém foi a única coisa que o gigante acordou e conseguiu, com ele vem a 21ª edição do maior evento futebolístico do mundo: O campeonato mundial de futebol masculino. Ou Copa do Mundo, para simplificar. E como esta edição será na Rússia e não no Brasil, não há o risco de acontecer um Maracanaço, nem um Mineiraço. Mas pode ocorrer um Luzhnikizaço, Kazanzaço ou Zenitzaço, se me permitem repetir a mesma piadinha ruim do Top 10 de 2017.

Além disso, esta será uma Copa do Mundo sem a participação da Itália. E também sem a participação da Holanda (na verdade, Países Baixos), o que significa que não terá repórteres, nem reportagens da Copa em Holambra. Em compensação, depois de muito tempo fora, finalmente o Peru entrou. E eu aqui já estou na torcida... pela Islândia. Por quê? Aqui a primeira boa razão. E aqui a segunda.

E há uma categoria de pessoas que esfrega as mãos e aguarda ansiosamente por mais essa edição do campeonato. Eles mesmos. Os pseudointelectuais. E em especial essa época de ano os pseudointelectuais entram no mais absoluto êxtase. É ópio com alto grau de pureza para os pseudointelectuais.

Sim, afinal de contas, o pseudointelectual típico ODEIA futebol e campeonatos de futebol. Pode até detestar outros esportes, mas com o futebol, essa coisa tão popularesca, ele tem um ódio todo especial. Ele odeia de paixão e com todo carinho o ludopédio.

E nessa época o pseudointelectual típico sai do armário e solta toda a sua verborragia, com frases como futebol é o ópio do povo, futebol distrai a população para o que é "importante", futebol aliena e outros lugares-comuns. Igual ao período do Natal, em que os bolcheviques de bazar também saem do armário e mostram a "farsa" e "farra capitalista" que é a data ou pretendem estragar a ceia de Natal dos parentes reaças.

E a adolescenta aí achou que remover o tweet fosse solução. Mais uma que não conhece o archive.org

E nesse período a pseudointelectualidade e "intelligentzia" tupiniquim começará a escrever e produzir diversos textos (quer dizer, artigos) sobre política (pois todo ano de Copa também é ano de eleições presidenciais), filosofia (muito importante, pois se não fosse por ela, não existiria Olavo de Carvalho), economia (provavelmente um liberotário anarcomongoloide falando sobre o Bitcoin ou outras criptomoedas maravilhosas livres de quaisquer intermediações e controles autoritários do mau-feio-bobo-sujo-chato-e-cara-de-mamão Estado e de qualquer bolha), sociologia (outra área muito importante, pois se não fosse por ela não existiria presidente que diz que quem se aposenta com menos de 50 anos é vagabundo, sendo que ele se aposentou com 38 anos. Seria ele então um ultravagabundo?), antropologia (importantíssima também. Sem ela, não existiriam nem o Tedson, nem o doutor Vitor Hugo de Souza Barreto, nem o doutor Joon Ho Kim) e qualquer outra  bichice e viadagem de bosta dazumanas em fóruns, páginas do facebosta, comentários de blogs e onde mais for possível. Afinal, se não forem chatos, o serviço não está completo.

Portanto, pessoal que gosta de falar sobre futebol e for falar algo a respeito da Copa, preparem-se ante a invasão dos pseudointelectuais. Eu já me preparei. Estou aqui com a minha espada e o meu mangual.

PS: Depois da maravilhosa ferramenta criada pelo pessoal do Aventuras na Justiça Social e dos textos do Ceticismo.net mostrando como que o dinheiro dos nossos impostos foi gasto para que alguns pudessem satisfazer seus desejos homoeróticos e dar vazão ao seu SJWismo, ainda há gente que fica revoltada com o corte de verbas para pesquisas? Por mim CAPES e CNPq podiam ser extintos.

Breve recado para jornaleiro / blogueiro / youtubeiro arrogante - Parte 2.

Um texto que eu li no jornal me chamou a atenção esses dias. Sim, amiguinhos, fiz esse ato que remonta aos nossos antepassados Neandertais do século XX que é ler um jornal em papel. E sim, li um jornal em papel, aquela coisa da velha, arcaica e antiquíssima mídia mas que cujo preço do anúncio é muito maior que o preço de anúncio de blogs e canais de youtube e mesmo assim os anunciantes preferem anunciar em jornais porque... bem, porque funciona. Porque o retorno é garantido.

O texto que eu li foi do Flávio Ricco dizendo como as concorrentes da Rede Globo jogaram a toalha, desistiram, nem pensam mais em roubar o protagonismo e a liderança da Vênus Platinada e que a grande disputa é pelo segundo lugar. Eu particularmente só assisto à Rede Globo. As vezes também assisto à TV Cultura e Record (mas bem pouco). Bandeirantes, só quando tem algum jogo ou corrida (e olhe lá). SBesTeira já faz quase sete anos que não assisto (e não sinto falta alguma). CNT, Gazeta e RedeTV... elas passam alguma coisa que não seja esses comerciais de 3 horas ou esses games para dizer em que posição está o cavalo sem pata ou esses programas evangélicos? Concorrentes assim são tudo que qualquer empresa gostaria de ter.

Aí fui ver se o tal texto do Flávio Ricco estava publicado na Internet. E sim, estava publicado. Aqui o texto dele. Leiam e deliciem-se (é curtinho, até a geração imediatista TDAH conseguirá lê-lo sem problemas). Quando eu li esse texto, na hora eu pensei nesses blogueiros e youtubeiros políticos arrogantes, imbecis, ignorantes, idiotas, cretinos, retardados, apedeutas que acham que com os seus vidiozinhos e textículos (textos ridículos) vão conseguir derrubar a #globolixo.

Se SBT, Record, Bandeirantes, que são redes de TV grandes (OK, se comparar com a Globo, todas são nanicas) já desistiram de tentar roubar o protagonismo da Globo, você, caríssimo jornaleiro, blogueiro, youtubeiro arrogante que faz parte da nova mídia (e todos nós sabemos que a nova mídia é o futuro, da mesma forma que o Brasil é o país do futuro. O único problema é que esse tal de futuro nunca chega) acha que vai conseguir? Não consegue nem ganhar dinheiro, tendo que apelar para a mendigag... quer dizer, crowdfunding... quer dizer o caralho, o blog é meu e eu me refiro aqui ao que eu quiser da maneira que eu quiser, MENDIGAGEM e ESMOLAS. Vão se foder seus bostinhas arrogantes.

Banco Central anunciou reajuste na energia elétrica e na gasolina. Sim, vai sim filhão

Era o que dizia a mensagem revoltadinha da semana que eu recebi, dessa fez pelo zapzap. E assim seguia a mensagem (os negritos vieram da mensagem mesmo):

Repassem urgente!

O Banco Central acabou de anunciar: a conta de energia elétrica terá um reajuste, dessa vez de 37% e a gasolina 14%. Vejam que absurdo! O reajuste será aplicado a partir da próxima semana. A imprensa foi comprada para não noticiar o novo reajuste abusivo. Próxima sexta haverá uma paralisação geral! CHEGA DE TANTO ROUBO!!! Se você repassar para mais 7 pessoas ou 3 grupos, conseguiremos mobilizar o país e esse canalha safado do temer vai cancelar esse reajuste absurdo.

Vamos mobilizar o Brasil!!

Até quando serem roubados???

Não preciso nem dizer. É claro que se trata de um mentira. Só pelo fato de ter um "Repassem urgente!" no começo do texto já é indício de merda. Desde quando o Banco Central (ou BC para os íntimos e mais chegados) tem poder para instituir preço para a gasolina, energia elétrica ou o que quer que seja? Posso estar equivocado, afinal sou um completo e total ignorante em política e economia, mas até onde eu sei, quem define preço da gasolina é a Petrobrás e quem define o preço da energia elétrica são as empresas do setor de energia elétrica. Ou não é assim?

Fosse só por isso, eu já encerraria o texto aqui, mas o texto tem algumas partes que eu gostaria de apontar.

A imprensa foi comprada para não noticiar o novo reajuste abusivo

Sempre tem que ter um ataque babaca dos babacas que lutam contra a imprensa-golpista-burguesa-conservadora-fascista-reacionária-autoritária-malvada-feia-chata-boba-elitista-racista-branca-de-olhos-azuis enquanto assistem à novela.

E se a imprensa não noticiou isso, como o revoltado da semana descobriu isso? E se o revoltado descobriu esse aumento gigantesco, por que precisaria que a imprensa noticiasse?

Próxima sexta haverá uma paralisação geral!

HAHAHAHAHAHAHAH!!! Brasileiro e sua sanha de querer sempre enforcar um dia de trabalho ou de aula. Ué que estranho. Isso de "greve geral", "paralisação geral" ou correlatos não é coisa de vagabundo, socialista, comunista, esquerdista, sindicalista, terrorista? Ah, não! Dependendo da situação não é não. Quando são os outros que fazem, é tudo isso aí sim. Quando é a gente que faz, é por uma causa nobre. Afinal a gente só defende causas nobres e justas e a gente também só tem boas intenções (não, não quero saber para onde que vai o caminho que é pavimentado por elas).

Se você repassar para mais 7 pessoas ou 3 grupos, conseguiremos mobilizar o país e esse canalha safado do temer vai cancelar esse reajuste absurdo.

Boato de Internet misturado com esquema Ponzi? Isso é novidade para mim. Carlos Costa e Sandro Rocha curtiram a ideia.

Além disso, de novo o pessoal achando que dá para mobilizar um monte de pessoas apenas com compartilhamento de conteúdos pela Internet. Pessoal ainda não descobriu como que a Primavera árabe realmente aconteceu? Só darei uma dica: Não foi com tuitadas.

E eis aí mais uma broma de Internet.

Ah!!! Quase que eu me esqueço. Com relação à parte que "a imprensa foi comprada para não notificar sobre o assunto", eis aí outra mentira. A imprensa noticiou sobre essa história. Aqui o que o G1 falou disso. E aqui o que o UOL dise.

Foi dada a largada para o festival da schadenfreude 2018.

Hoje, 7 de maio de 2018, daqui a pouquinho, começa o período de inscrições de mais uma edição do festival da schadenfreude, edição 2018. Sim, senhoras e senhores, estou falando do ENEM, aquele exame que começou apenas como uma mostra de como a educação anda (para depois vir o PISA e mostrar como a educação realmente está - péssima) e que acabou se transformando numa forma de entrar no ensino superior, seja nas universidades públicas, seja nas universidades particulares.

Está dada a largada para que venham coisas maravilhosas, como gente reclamando da redação (redação de ENEM ou vestibulares é uma das coisas mais manjadas que há), com menos de 0,1% conseguindo ao menos 900 pontos (de 1000 pontos possíveis) e mais de 1% zerando a mesma. Ou gente reclamando dos loooooooooooooongos enunciados (de 8 a 10 linhas). Ou gente achando difícil pergunta sobre o que acontece quando o gelo derrete. Ou gente chutando as respostas pois não conseguiu descobrir a alternativa correta, quando muito das vezes a resposta está no enunciado da questão (pois o ENEM trabalha muito com linguagem e interpretação de texto. E como 92% da população é analfabeta ou semianalfabeta...).

Além disso também foi dada a largada para que youtubeiros políticos que acham que a pessoa tem todo o direito de dirigir embriagado ou de comentarista ateu e cético até os ossos que leu Memórias do Cárcere acusar a prova de fazer doutrinação esquerdista-marxista-stalinista-leninista-comunista-socialista-sindicalista-ateu-gay-satânica. Ou de pessoal leite com pera dizer que a prova só serve para humilhar o pobre coitado do estudante brasileiro, ou dizer que a prova é um esquemão para arrancar dinheiro do povo, ou dizer que, como tudo no Brasil, a prova é fraudada (quando o floquinho consegue êxito, aí não há fraude alguma), ou de dar qualquer outra desculpa para justificar a própria incompetência. Ou de mami fanfiqueira de facebosta lançar denúncia seríssima da semana™ dizendo que a floquinha tão inteligentinha da mamãe só leva ferro na prova pois os corretores ficam de perseguição por conta das opiniões da floquinha ou da mami da floquinha nas rediçossiaus (afinal é perfeitamente factível o INEP ficar monitorando as opiniões de milhões de pessoas nas rediçossiaus. Vai dizer que não). Ou de pessoal chegar atrasado, arranjar um monte de desculpas (trânsito, transporte público, tempo, local longe demais, local desconhecido, local foi divulgado em cima do tempo - ao menos duas semanas de antecedência) e virar alvo de zombaria. Ou de jornaleiro lacrador filho duma puta dizer que quem se diverte com os atrasildos deveria organizar um sopão para os pobres (e usar fanfic), sendo que o jornaleiro lacrador filho duma puta jamais levantou a bunda dele para fazer o que quer que seja. Ou de perguntarem ao jornaleiro lacrador filho da puta quantas vezes ele fez algo do tipo (e depois ser bloqueado pelo mesmo).

E também foi dada a largada para a demonstração de como brasileiro não sabe (e não dá a mínima) para a matemática. Numa edição anterior, foram mais de 8 milhões de inscrições num período de 10 dias. Fazendo aqui as contas, tem-se que 1 dia tem 86400 segundo. Logo, 10 dias têm 864 mil segundos. Dividindo 8 milhões de inscrições por 864 mil segundos dá uma média de 9,26 inscrições por segundo. Vamos arredondar para 10.

Então temos 10 inscrições por segundo. Mas eu duvido que haja 10 inscrições por segundo as 00:45 de uma segunda-feira, ou as 03:30 de uma quarta, ou as 23:15 de um sábado. Esses horários que não vão ter gente se inscrevendo será compensado pelos horários de pico, com 50, 100 inscrições por segundo ou mais que isso. Que servidor que aguenta tanto acesso assim? É praticamente um ataque de DDoS.

E o melhor de tudo. Foi dada a largada para que o Maurício Ricardo faça mais charges do aluno burrinho que só se fode na prova e, após cruzar a faixa final, para que o André faça mais um vídeo sobre os resultados - desastrosos - do ENEM.

De qualquer forma, foi dada a largada.

Links da semana - 59

E vamos a mais uma lista de links da semana, que costuma ser publicada na sexta-feira, mas esta será publicada hoje, num sábado. Segue a lista 59, a lista LIX (não o da Cunha):
E é isso. Até a próxima.

Direito de resposta de blogueiro político

Os meus pouquíssimos leitores sabem que eu detesto blogs políticos. Esse tipo de blogs, inclusive, faz com que eu não sinta orgulho algum de ser blogueiro (e alguns deles fazem até com que eu sinta vergonha de ser blogueiro e ser comparado a eles). Escrevi uma trilogia falando sobre o quanto eu não gosto de blogs políticos.

Blogueiro político sendo comicozinho. Que engraçado que ficou. SQN.

Só que teve um blogueiro político que entrou em contato por e-mail com minha assessoria de comunicação reclamando que os textos são agressivos, virulentos, ofensivos, que não é bem assim, que realmente existem os blogs e blogueiros políticos que são uma vergonha, mas esses não representam a classe dos blogueiros políticos e não são blogueiros políticos escoceses, porém existem blogs políticos muito bons, que valem a pena que sejam lidos e que se assine o RSS deles (será que o pessoal ainda sabe como se faz isso?). E que, acima de tudo, blogs políticos são importantes para doutrinar... cahan... mostrar o que acontece na cidade, estado, país e mundo e politizar o cidadão de forma a cobrar os seus direitos, sem rabo preso com ninguém, e exigir que as autoridades façam aquilo que lhes cabe fazer.


Como eu sou uma pessoa muito democrática e ajo de forma extremamente democrática em minhas propriedades privadas na Internet e como a Constituição Federal assegura tanto o direito de manifestação de pensamento como o direito de resposta, segue abaixo o direito de resposta, enviado para minha assessoria de comunicação, de um blogueiro político, mostrando como os blogs políticos são muito importantes e mostrando que deveria existir cada vez mais deles. Aí vai:

 
 Vou apresentar a esse pessoal o Pewdiepie, já que eles se apegam tanto a números.

Ops. Material errado. Agora sim. Aí vai:
Mimimi mimi mimi mimi mi mimimimimi mi mimimi mimi mi mimimi mimi mimimi mimimi mi mi mimi mimimimi mi mimimimi. Mimimimimimi mimi mimi mimimi mimimi mimimi mimimimi mi mimi mimimimi mimimimi mimimi. Mimimi mimi mimi mimi mi mimimimimi mi mimimi mimi mi mimimi mimi mimimi mimimi mi mi mimi mimimimi mi mimimimi.

Mimimimimimi mimi mimi mimimi mimimi mimimi mimimimi mi mimi mimimimi mimimimi mimimi. Mimimi mimi mimi mimi mi mimimimimi mi mimimi mimi mi mimimi mimi mimimi mimimi mi mi mimi mimimimi mi mimimimi. Mimimimimimi mimi mimi mimimi mimimi mimimi mimimimi mi mimi mimimimi mimimimi mimimi. Mimimi mimi mimi mimi mi mimimimimi mi mimimi mimi mi mimimi mimi mimimi mimimi mi mi mimi mimimimi mi mimimimi. Mimimimimimi mimi mimi mimimi mimimi mimimi mimimimi mi mimi mimimimi mimimimi mimimi.

Mimimi mimi mimi mimi mi mimimimimi mi mimimi mimi mi mimimi mimi mimimi mimimi mi mi mimi mimimimi mi mimimimi. Mimimimimimi mimi mimi mimimi mimimi mimimi mimimimi mi mimi mimimimi mimimimi mimimi. Mimimi mimi mimi mimi mi mimimimimi mi mimimi mimi mi mimimi mimi mimimi mimimi mi mi mimi mimimimi mi mimimimi. Mimimimimimi mimi mimi mimimi mimimi mimimi mimimimi mi mimi mimimimi mimimimi mimimi.

PS: Mimimi mimi mimi mimi mi mimimimimi mi mimimi mimi mi mimimi mimi mimimi mimimi mi mi mimi mimimimi mi mimimimi. Mimimimimimi mimi mimi mimimi mimimi mimimi mimimimi.

PPS: Mi mimimi mimi mi mimimi mimi mimimi mimimi mi mi mimi mimimimi mi mimimimi. Mimimimimimi mimi mimi mimimi mimimi mimimi mimimimi mi mimi mimimimi mimimimi mimimi.

Fica aí então a resposta dada pelo maravilhoso, espetacular, sensacional e inigualável blogueiro político.

Eu sei que vocês querem saber quem é o preclaro blogueiro, não é mesmo? Pois bem, é o carinha aí de baixo:


Olha só. Um comentarista fez um blogueiro político ficar de mimimi e dizer que os textos deles não passam de pesquisas rasas e coisas que lhe vieram a cabeça. Eu não bebo, mas pagaria com muito gosto um chopp para esse comentarista.

Quando a realidade consegue ter mais senso de humor negro que o Lucho.

Todo mundo ficou sabendo do tiroteio que aconteceu na sede do YouTube na terça-feira. Para variar, mais uma notícia vinda dos Estados Unidos de um maluco que decidiu chegar num lugar e sair atirando a esmo e para tudo quanto é lugar e para tudo quanto é pessoa.

... e neste exato momento uma grande discussão surge entre os desarmamentistas que acham que armas deveriam ser restringidas pois só causam violência contra os armamentistas que acham que armas não matam pessoas pessoas matam pessoas e que se tivesse gente armada na sede do youtube isso não teria acontecido. Desculpa, mas o foco do texto não é esse. Existem milhares de blogs políticos lá no esgoto falando sobre tudo isso. Vai lá lê-los (mas se proteja antes)...

Por ter sido onde foi, já saíram algumas piadinhas envolvendo o YouTube e sua política de monetização de conteúdos, cada vez mais "draconiana e restritiva" (devia ter muito mais aspas, já que a atual política do tubo exige que o canal tenha, ao menos, mil inscritos e 4 mil horas de visualização nos últimos 12 meses. O que eu acho mais do que justo). Eu, como não valho nada, também deixei minhas piadinhas.



Pois é, eu disse que não valho nada. E vocês foram avisados.

E eis que as informações começaram a ser reveladas. Primeiro que era uma atiradora (ao menos eu me surpreendi, já que quase sempre são homens que fazem isso), de 39 anos (quase sempre são jovens. Outra coisa que me surpreendeu), iraniana (já isso não me surpreendeu), vegana e ativista da defesa dos animais (ué? Não são os onívoros carnívoros carnistas que são os fascistas armamentistas reacionários? E mais uma vez o Robson Fernando está no quarto escuro chorando por saber que existem vegans reaças).

Mas agora é que vem o filé mignon, vem a melhor parte (e vem a parte do humor negro). Segundo esta notícia, a atiradora era uma youtubeira que primeiramente teve vários dos seus vídeos desmoedados, para logo em seguida ter vários dos seus vídeos banidos, para logo em seguida ter vários de seus canais banidos e a partir disso fazer vídeos dizendo-se ser uma floquinha de neve especial perseguida e discriminada e dizendo o quanto odiava a empresa (usar os recursos do YouTube para dizer o quanto odeia o YouTube. Nem para isso o Vimeo serve).

Não houve mortes na sede da empresa, porém três funcionários ficaram feridos (um deles em estado crítico) e a youtubeira atiradora acabou se matando (isso seria o banimento definitivo dela do YouTube? Pois acho que só assim para remover definitivamente uma conta no tubo). Que bom que a polícia não precisou gastar uma bala que fosse com ela.

Pois é. A piada de que seria um youtubeiro indo tirar satisfação por conta de dinheiro... ERA VERDADE!!!!!!!! A atiradora era uma youtubeira que queria tirar satisfação por conta de desmonetização de vídeos. Não é que eu estava certo? Aí André, não é só você que está sempre certo. A realidade consegue ter um senso de humor negro muito maior do que eu jamais vou conseguir ter.

Já pensou se a moda pega? Principalmente por estas plagas? E principalmente porque o youtubeiro brasileiro típico desconhece esse conceito exógeno e quase alienígena chamado emprego. Portanto, é melhor vocês darem esmola toda vez que encontrarem um youtubeiro mendigo pedinte por aí. Vai que ele surte de repente. E é melhor também os escritórios da Google em São Paulo e Belo Horizonte começarem a se proteger e contratar seguranças, vigias armados e empresas de segurança privada.

Prezado cliente, ative o seu cartão de chaves ou evite o bloqueio de sua conta.

Aviso sério. Recebi uns SMS falando para ativar o cartão de chaves ou evitar o bloqueio de contas. A quem tiver conta nestes bancos, por favor ligue para os seguintes números:

Itaú

  • (85) 98183-6328.

Santander:
  • (11) 99793-8818.
  • (11) 94355-6559.
  • (11) 97125-4919.
Banco do Brasil:
  • (11) 99732-1415.
  • (11) 98144-7059.
Mas atenção. Se for ligar, ligue de um telefone público (orelhão, porra!!). E ligue a cobrar. Especialmente se você for do Rio Grande (do Norte ou do Sul), Roraima, Amazonas ou Acre.

Esse é um texto que tende a crescer.

"Queremos concurso público para todos os cargos políticos e o fim das cláusulas pétreas"

Chega de comemorar os 10 anos do blog. Voltemos a nossa programação normal. O título desse texto foi uma frase que eu li por aí. Sim, trata-se de mais uma palhaçada sofativista que da Internet. Incrível que parece que eu tenho um ímã que atrai essas idiotices. Dividindo ao meio mais esta sensacional revolução de sofá.

A primeira parte é aquela ideia ignorante, burra, pateta, estúpida, imbecil, pacóvia, beócia, néscia, babaca, sambanga, retardada, tola, lorpa, cretina, mongol, bocó, tansa, apedeuta, parva, moloide, mocoronga, songamonga, asinina, paspalha, estulta, obtusa, atoleimada, palerma, lesa, débil, mentecapta e completa e totalmente idiota de se fazer concurso público no lugar das eleições.




Sim, os retardados aproveitaram o site de sugestões legislativas do Senado para propor essa ideia idiota, como muitas ideias idiotas que já foram propostas por lá.

Voltando a proposta genialmente retardada, os sofativistas querem que as eleições sejam substituídas por concursos públicos pois eleições não são nada democráticas, já que para se candidatar a algo a pessoa tem que... Óh!! Que horror!!... se filiar a algum partido político. Óh!! Que horror!!

Já concursos públicos são muito mais democráticos, pois qualquer um pode fazer um concurso e, independente se for pobre ou rico, todo mundo tem a mesma chance de passar. O que é a mais absoluta verdade, já que quando um miserável é aprovado num concursos público, num vestibular ou ganha uma nota alta no ENEM, ele quase não é notícia por uma semana.

Sem contar que... não é no Brasil que tudo é fraudado? Loteria é fraudada, urna eletrônica é fraudada, ENEM é fraudado, vestibular é fraudado, concurso público é fraudado. Sempre ouço falar que tudo aqui no Brasil é fraudado. Quer dizer, sempre ouço isso da boca (e da pena) dos fracassados, dos perdedores, dos incompetentes para tentar justificar a própria inépcia.

Agora vamos para a segunda parte em que se quer abolir todas as cláusulas pétreas. Certamente quem escreveu essa bosta não sabe o que são cláusulas pétreas.

O que? Você também não sabe? Tudo bem, para você que está lendo este texto eu explico, pois você é gente boa pra caramba (além de ter um excelente gosto). Cláusulas pétreas são aquelas partes da Constituição que não podem ser alteradas por meio de emendas constitucionais. A única maneira de alterá-las é por meio de uma nova Constituição.

E quais são as cláusulas pétreas? Elas estão no §4° do artigo 60 da Constituição e incluem o voto secreto, separação dos poderes, forma federativa do Estado e os direitos individuais (o famoso artigo 5°).

Então, com o fim das cláusulas pétreas, os genialmente retardados sofativistas muito bem intencionados (e todos nós sabemos qual o lugar que está cheio de boas intenções?) querem acabar com as seguintes coisinhas:

  • O voto secreto.
  • A separação dos poderes. O que significa que presidente pode fazer o papel de Executivo, Legislativo e Judiciário. Olha, até houve um período recente em que isso de fato acontecia.
  • A manifestação do pensamento.
  • O direito de resposta e indenização por quaisquer tipos de danos (em outras palavras, processo. Sim, processar também é um direito da pessoa. E lide com isso).
  • A liberdade de culto e de crença.
  • A liberdade de exercício da atividade científica, artística e de comunicação.
  • O direito à privacidade e intimidade.
  • A inviolabilidade do lar.
  • A inviolabilidade das correspondências.
  • A liberdade de exercício de qualquer profissão, desde que atendidas os requisitos para a mesma (sim, exame da OAB e residência médica não têm nada de inconstitucional. E novamente, lide com isso).
  • A liberdade para se fazer parte de qualquer tipo de associação.
  • A liberdade para entrar e sair do país.
  • O direito a propriedade.
  • O direito a herança.
  • O direito do consumidor.
  • O benefício do réu em caso de dúvida (sabe aquilo de IN DVBIO PRO REO? Então, não mais existiria).
  • Vai poder condenar a pessoa mesmo que ela não seja considerada definitivamente culpada (sabe aquilo de "ninguém é considerado culpado até que se prove o contrário"? Então, pau no cu disso também).
Muito bem intencionado esse pessoal, não acham? É gente querendo acabar com direitos e liberdades individuais, é gente querendo acabar com o voto secreto, é gente querendo acabar com a separação dos poderes, é retardado querendo que presidente casse senador ou deputado. Vocês ainda acham que foi uma boa ter retirado do currículo escolar as disciplinas de EMC (Educação Moral e Cívica) e OSPB (Organização Social e Política do Brasil)?

Se bem que nem sei porque fiz essa pergunta. Mesmo que ainda existissem, seriam mais duas disciplinas que os alunos (aluno não é estudante) levariam com a barriga, dizendo "nunca vou usar essa merda para nada". Assim como acham que matemática é inútil e nunca vai ser usada para nada mas ficam horrorizados quando veem que a dívida no cartão ou no cheque especial dobrou de um semestre para o outro, sendo que os juros são de "apenas" 14% ao mês ou quando querem dar uma de espertaralhos mas passam vergonha na Internet querendo mostrar que sabem da disciplina ao fazer uma pergunta com todas as alternativas erradas. Mesma coisa com biologia, para depois ficarem horrorizados e chocados em ver como a filha de um cantor sertanojo se parece demais com o próprio cantor sertanojo.

Assim como aconteceu em 2000, 2003, 2006, 2009, 2012, e 2015, em 2018 acontecerá mais uma edição do PISA. Lá vem mais um festival de schadenfreude.
 

Eu ainda sei de onde você é

Não sei o que aconteceu que o script do IP Address Location pifou, mas eu ainda continuo sabendo onde você está (especialmente se você estiver numa escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal).

Se quiser me xingar, tudo bem, vai em frente, mas seu IP vai ficar registrado. E ai se for de uma escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal, pois você estará me xingando e usando meu dinheiro para fazer isso.

Últimos textos.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST