Pesquisar este blog

Da série: Descobriu a América

Cerca de uma semana, foi divulgada pela agência de notícias da FAPESP uma pesquisa em que foi mostrado um dado impressionante e surpreendente: O uso de computadores para tarefas escolares piora o desempenho dos alunos.

O estudo foi levado pelos professores da UNICAMP Jacques Wainer, do Instituto de Computação, e por Tom Dwyer, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (o famoso IFCH). Os dados analisados foram do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB), referentes ao ano de 2004.

Segundo os dados, os usuários rotineiros de computador tiveram um desempenho pior em matemática e português do que aqueles usuários eventuais de computador, ou aqueles que nem usam.

No geral, a média dos alunos que usam o computador ficou 25 pontos menor entre os alunos mais pobres e 15 pontos menor entre os alunos mais abastados. A notícia é essa aqui. E o estudo está aqui.

Agora fala a verdade, depois de ler a notícia e ver o estudo não ficou um gosto de: Oh! Descobriram a América!? Todo mundo já sabia que inclusão digital não adianta nada. Melhor dizendo, todo mundo menos os nossos prezados políticos, que acham que inclusão digital é a solução de todos os males. Alguns passam fome? Faça-se inclusão digital. Para diminuir a pobreza? Novamente faça-se inclusão digital. Para resolver o problema do analfabetismo funcional? De novo, que se faça inclusão digital. Para resolver __________________________ (insira qualquer problema aqui)? Advinha. Que seja feita inclusão digital.

E o processo de inclusão digital constitui-se de dar para o povo um computador que mais se parece com uma carroça (com direito a uma placa-mãe PC-Chips ou ASRock e incríveis 128 MB de memória), com um plano de acesso discado a Internet extremamente vantajoso e diferenciado.

E para melhorar a qualidade do ensino para as nossas crianças e adolescentes, além da inclusão digital, oferece também ridículos laptops de US$ 100,00 para que os estudantes possam fazer "CTRL-C" + "CTRL-V" de qualquer artigo da wikipédia e entregar como trabalho escolar ou usá-los para navegar no Orkut e usar o MSN.

Será que agora que foi feita uma pesquisa que mostrou que a inclusão digital é uma furada (os títulos da notícia e do artigo já são uma alfinetada e tanto), os políticos perceberão que inclusão digital, de verdade, se faz com inclusão social e inclusão educacional? Que é melhor os políticos se preocuparem menos com os excluídos digitais (muitos deles por opção), e começarem a se preocupar com os excluídos sociais, que não estão excluídos por opção? Ou será que nem isso basta?
 

Eu sei quem você é

Em sei quem você é, de onde você é o que você está usando para acessar a Internet. Duvida? Então toma:


Powered by IPAddressLocation.org

Se quiser me xingar, vai em frente. Mas o seu IP ficará registrado.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST