Pesquisar este blog

Uma lição valiosíssima do BBB

Muitas pessoas criticam aquela porcaria de programa o Big Brother alegando que o tal programa é muito vazio, não passa mensagem nenhuma e é nada além de uma futilidade que só serve para alienar e encher de merda a cabeça do espectador. Escrevi um texto concordando com tudo isso que é falado. Entretanto, nunca pensei que eu fosse ter essas críticas tão bem comprovadas.

Fui abrir a revista Época dessa semana e olha a preciosidade que eu encontrei logo nas primeiras páginas e que corrobora com todas as críticas que são ditas:

Deu para perceber o drama? Num país em que o índice de leitura de seus habitantes é ridícula, num país aonde 3/4 da população não dominam satisfatoriamente o próprio idioma, um país que sempre fica na última colocação nas copas do mundo de educação, justamente pela deficiência em interpretação e em um país onde a educação é tratada como lixo; aparece essa coisa falando que nunca foi de ler um livro, graças a Deus (sic). E diz isso justamente no programa mais comentado, falado e de maior audiência nessa época. É um incentivo e tanto.

E, vamos analisar mais um pouco. No BBB não entra gente pobre, feia ou gorda. Com isso, pode-se dizer, sem medo de errar, que esse tal de Fernando que disse essa frase é ser um daqueles típicos playboyzinhos bombados de cabeça vazia. Por fora é aquela bela embalagem, mas por dentro (que é o que é mais importante e é o que fica) não deve ter nada que preste.

Essa é mais uma das várias lições que o BBB pode nos ensinar, conforme muito bem disse o Manoel.
 

Eu sei quem você é

Em sei quem você é, de onde você é o que você está usando para acessar a Internet. Duvida? Então toma:


Powered by IPAddressLocation.org

Se quiser me xingar, vai em frente. Mas o seu IP ficará registrado.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Onde me encontrar

Onde podem me encontrar

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST