Pesquisar este blog

5 ótimos livros e 1 que pode apodrecer na estante

Recebi um convite de um meme indicado pelo Henrique para indicar cinco livros que você leu e gostou e um livro que você leu é nunca mais leria.

A minha lista dos cinco livros que eu li e gostei está logo abaixo:
  • Capitães da Areia, do Jorge Amado: É um livro que tive a oportunidade de ler três vezes enquanto eu estava na escola. É ahistória de uma gangue de meninos de rua de Salvador. Uma leitura simples e leve.
  • Auto da barca do Inferno, do Gil Vicente: Uma história cheia de ironias e sarcasmos, que conta sobre a hipocrisia da sociedade de Lisboa, há mais de 500 anos, mas que ainda é válido para qualquer sociedade, de qualquer cidade, de qualquer país, em qualquer época. E outra coisa a ser notada é que em algumas passagens do livro se fala de pedofilia cometida por padres, o que faz com que o livro seja ainda mais atual, mesmo tendo sido escrito há mais de 500 anos.
  • O crime do padre Amaro, do Eça de Queiroz: Trata-se de uma grande bofetada do Eça de Queiroz na cara do clero, e da Igreja Católica, como um todo. A história narra o assassinato do padre Amaro, e que a partir disso, começa a cometer um monte de crime. Uma leitura também bastante atual, apesar de ter sido escrito há mais de 100 anos, vistos os escândalos e os deslizes morais e éticos da Igreja Católica (e de outras religiões).
  • Vidas Secas, do Graciliano Ramos: A história se passa no setão nordestino, no meio da pobreza geral dessa região. Mais precisamente a história de uma família de sertanejos (Fabiano, Sinhá Vitória, o menino mais velho, o menino mais novo e a cachorra baleia). O triste é saber que muito pouca coisa mudou da lá para cá.
  • Viagem ao centro da terra, do Júlio Verne: Quem nunca leu esse livro (ou qualquer outro livro do Júlio Verne), não sabe o que é ficção científica.
E um livro que eu li e que não recomendo a ninguém é o Admirável mundo novo, que eu achei muito chato e enfadonho. Pode ser um livro importante, mas eu não gostei. Mudei a minha opinião a respeito do BNW. Passei a adorar esse livro. Um livro que eu indicaria para apodrecer numa estante é Amar, verbo intransitivo, do Mário de Andrade.

Convido para esse meme:

Ajuda na hora de votar

Uma coisa que é fato: As eleições estão aí. Falta pouco mais de 6 meses para a realização delas e sempre existe a dúvida sobre em quem votar, ainda mais com as maravilhosas alternativas que nós temos.

Garimpando pela Internet, consegui encontrar alguns sites que podem te ajudar na hora de você decidir em quem vai votar. Abaixo vão alguns sites que eu achei. Isso não quer dizer que não exista mais nenhum, é só vasculhar:
Tudo bem, eu sei que essas páginas são referentes às eleições de 2006. Mas mesmo assim vale para essas eleições, mesmo porque alguns dos deputados eleitos em 2006 estarão presentes nessas eleições diputando o cargo de prefeito. Outras dicas sobre esses tipos de sites vocês podem ver lendo esse, ou esse texto do Gulp, ou esse texto do Blog do Evandro.

Porém, como eu disse, esses são, apenas alguns sites que eu consegui encontrar pela Internet. Certamente devem existir mais e mais páginas. Quem souber de mais dessas páginas, poderia colocar o endereço.

Alguns sites são mais fáceis de usar, outros são mais complicados e alguns ainda tem o que melhorar. O segredo é visitá-los e verificar todas as informações que eles podem te dar. E também visitar em anos não eleitorais.

Você recebeu um claro torpedo

Uma e-mail que circula na Internet há muito tempo é sobre Alguém (nunca dizem quem) lhe enviou um torpedo. Todo, mas todo mundo que navega na Internet já recebeu esse e-mail, com pequenas alterações (algumas vezes esse torpedo é da Tim, outras vezes é da Vivo, ou da Claro). Quem nunca recebeu esse e-mail, que atire o primeiro mouse.

Quando eu recebo um e-mail desses, eu fico me perguntando: Será que essas pessoas (eles sequer merecem ser chamados de hacker, ou cracker) além de burros (alguém tem dúvida de que eles são burros?) eles também sofrem de falta de criatividade?

Eu faço essa pergunta porque esse tipo de mensagem é o golpe mais manjado e desmascarado que existe? Será que essa cambada de proto-marginais não percebem isso? Será que eles poderiam usar um pouco de criatividade para disfarçar a debilidade de nível de QI?

A mensagem que eu recebi está logo abaixo:

Bem, primeiramente é difícil de acreditar que uma mensagem tão tosca dessas teria vindo, realmente, da Claro. Se realmente veio, o dono, presidente e diretores da Claro teriam de, urgentemente, trocar a equipe que faz suporte de informática e Internet. Aliás, mais uma dica para esses proto-marginais: Aprendam um pouco de Webdesign, OK?

E depois, creio que a mensagem era especial, pois estava em um servidor fora do Brasil. Na verdade, era um servidor da Rússia (servidor obscuro, mas e daí? Era do estrangeiro). Mas aí eu vi que não a mensagem não devia ser lá essas coisas, pois ela não estava mais lá. Parabéns ao servidor que removeu em tempo.

Portanto, aí fica o recado: Cuidado!!

Se fosse hoje...

Estava navegando na Internet e encontrei essa frase*:
"Eu quero ver como vai ser a música daqui a uns cinco anos. Eu comecei com música rudimentar, mas os jovens de hoje têm uma base musical incrível: Eles possuem a liberdade completa que o rock conseguiu! Eles cresceram ouvindo Jefferson Airplane, Milles Davis, Grateful Dead, enfim, todo mundo. Ah! Mal posso esperar para ver o que essa garotada vai estar tocando daqui a cinco anos!!! Só espero estar por lá nesta época. Quero cantar com eles, ou, pelo menos, ter grana para vê-los tocar."
Quem disse essa frase? Foi a cantore Janis Joplin. Se ela estivesse viva, certamente não teria dito essa frase, ou então estaria arrependida de tê-la dito.

Mas vamos analisar os tempos. Quando ela disse essa frase, quase não existiam emissoras de rádio, quase não existiam gravadoras e as que existiam não tinham tanto poder e influência, não existiam as "celebridades instantâneas" e o que mais se ouvia eram músicas de bandas e cantores como Pink Floyd, Rolling Stones, Led Zeppelin, Jethro Tull, The Doors e outras. Mesmo no cenário nacional, tinha Rita Lee, Raul Seixas. Realmente a expectativa pelo que estava tocando era justificada. Outros tempos.

Atualmente, com os funkeiros, pagodeiros, sertanojos, bandas emo e bandas teen, ninguém nunca diria uma frase dessas. Graças ao grande poder de influência das gravadoras (leia-se jabá) e sua grande preocupação com a qualidade musical, graças às emissoras de rádio que quase não reproduzem as mesmas músicas à exaustão, graças às redes de televisão que reproduzem os clipes dessas mesmas músicas à exaustão ou reproduzem essas em novelas, graças às esses "reality shows" que faz com que qualquer Zé ruela seja uma celebridade. Tudo isso fez o mundo da música virar um grande lixão, com direito a obscenidades e bizarrices.

Não é a toa que as bandas e cantores que eu citei, além de bandas que nem mais existem e cantores que já partiram ainda fazem muito sucesso e carregam legiões de fãs. Com o mercado da música desse jeito, essas legiões de fãs tendem a aumentar ainda mais e mais.

* Frase encontrada no Wikiquote.

Blogs para melhorar a vida das pessoas

Calma, calma. Apesar do título, esse texto não tem nada a ver com política, ou com comunismo, socialismo, catolicismo, nacionalismo, ou qualquer outro ismo.

Estava eu calmamente lendo meu leitor de feeds, quando me deparo com esse texto do Techboogie e esse outro do Blog do Guilherme Funchal falando sobre a mesma notícia.

A notícia em questão foi uma pesquisa realizada pela Universidade de Swinburne, na Austrália, que relatou um resultado bastante interessante e, até mesmo, surpreendente. A pesquisa mostrou que blogar pode melhorar a vida social de uma pessoa. Com essa notícia, cai por terra a teoria de que o blogueiro típico é um nerd isolado e anti-social.

Sinceramente, se a minha vida social melhorou ou não, eu não percebi, mas o que eu percebi foi que eu perdi um pouquinho da minha timidez. É fato que os blogs são uma excelente ferramenta para que uma pessoa tímida (como eu) possa expor suas idéias, opiniões, o que conhece e o que sabe.

Campinas agitadíssima

Está para se aproximar um evento que, há quase 100 anos, mexe muito com a cidade de Campinas, e com os campineiros. Há diversos anos atrás, esse evento acontecia, em média, três vezes por ano; e a cada vez que esse evento acontecia, a mobilização dos campineiros e o grau de agitação que era presente na cidade aumentava cada vez mais. Nos últimos anos, esse evento aconteceu com menos frequência, mas não que não mobilizasse os habitantes da cidade como antigamente.

Mas afinal de contas, o que vem a ser esse evento que agita Campinas? Seria algum evento cultural? Algum evento artístico? Ou um evento político? Não, não e não. Aliás, uma perguntinha: Desde quando arte, cultura e, principalmente, política, mobiliza os brasileiros?

O que mais mobiliza os brasileiros e mais faz aflorar as paixões dos brasileiros? Acertou a pergunta quem disse futebol. E aqui não é diferente. Amanhã, dia 16/03, acontece o grande evento que mobiliza os campineiros, que é o dérbi da cidade, o jogo entre Guarani x Ponte Preta, também conhecido como Derby Campineiro (é, eu sei, muito criativo, mas fazer o quê?).

E, como em todo jogo clássico, fica bastante evidente a rivalidade entre os torcedores. E também é um dia para se tomar cuidado quando for passear na cidade, tentar evitar ao máximo cruzar com esses torcedores, passar longe do estádio e das ruas próximas ao estádio e um dia para a polícia ficar atenta, porque infelizmente é o que acontece quando se mistura uma paixão exarcebada com um monte de gente que não tem a mínima noção de comportamento, compostura e respeito.

Da série: Descobriu a América - 2

A FSP divulgou a uns dias atrás uma notícia que mostra que das 33 universidades que tiveram mais de 60% de seus alunos de direto aprovados no exame da OAB, 25 eram Universidades de Verdade (universidades públicas). Ainda sobre a pesquisa, as seis universidades que tiveram a maior taxa de aprovação são as verdadeiras universidades, ou seja, as públicas. Mais detalhes você pode ver na notícia.

Agora, sinceramente, o pessoal da folha e da OAB noticiaram o óbvio, muito provavelmente a primeira impressão depois de ter lido a notícia foi a mesma que a desse texto, em especial o começo ;-).

A notícia só serviu para mostrar o que todo mundo já sabia. Apesar de a notícia ter sido sobre o curso de direito, vale para qualquer curso superior: Essas universidades particulares são uma porcaria, não valem nada, só querem saber do dinheiro do cliente aluno; e que, apesar de todos os problemas que enfrentam (especialmente as federais), apesar de todo o descaso dos governos estaduais e federal, apesar do processo de sucateamento e desmonte por que passaram as universidades nesses últimos anos e das constantes ameaças de privatização do ensino superior, qualidade mesmo só em universidades de verdade públicas

Não! Eu não morri!

Recentemente começaram as aulas da faculdade, e todo mundo que faz faculdade sabe como ela consome boa parte do tempo. Ainda mais quando se é o primeiro ou o último ano, que é o meu caso.

E além da faculdade, recentemente consegui um emprego; e unindo os dois, não sobra tempo para praticamente mais nada. Não tenho tempo para me dedicar ao blog, meu leitor de feeds no Bloglines tem quase 2000 textos não lidos. A sorte é que eu não recebo muitos e-mails, senão a minha caixa postal estaria abarrotada.

Vou tentar me dedicar o máximo que eu puder.

O paraíso do blogueiro intelectual

Existe um segmento na blogosfera conhecida como blogosfera intelectual. Os seus integrantes são, obviamente, intelectuais (ou, na maior parte das vezes, intelectualóides) que se acham a última bolaçha do pacote. Além dessa, existem outras características que são comuns a grande maioria de seus integrantes:
  • Ao invés de usar linguagens e palavras simples, usam palavras mais complicadas para falar a mesma coisa. Pra que falar que a pessoa esta engolindo sapo, se pode muito bem falar que o indivíduo está deglutindo uns batráquios, não é mesmo?
  • Aversão total a rádio e televisão, especialmente a programação popular. Afinal de contas, intelectual que é intelectual, não perde tempo com essas coisinhas.
  • Aversão a qualquer tipo de esporte, pelo mesmo motivo acima.
  • Degustador de arte moderna. Aquelas pinturas, obras e esculturas que não representam porra nenhuma e que qualquer retardado mental poderia ter feito.
  • Chatisse quase que visceral.
  • Gosto diferenciado por cinema. Em especial aqueles filmes desconhecidos, chatos, que foram exibidos na mostra de filmes da Birmânia, ou então filmes iraquianos com legenda em turco. E não (segundo os próprios) os lixos produzidos pela indústria fonográfica que contém muito de efeitos gráficos e zero de mensagem.
Bem, encontrei um site na Internet que acerta em cheio a preferência cinematográfica dessa gente. O site se chama Making Off. Com o slogan O verdadeiro cinema está aqui, é um lugar feito para o blogueiro intelectual. Um monte de filmes desconhecidos, de várias partes do mundo, sem a presença das produções da indústria cinematográfica e, principalmente, um bando de filme chato.

E para terminar, comprovando que esse é realmente um grande paraíso para o blogueiro intelectual, veja as discussões. Só gente chata que discute e cada um se acha mais inteligente do que o outro.

Fala a verdade meu caro intelectual, isso não é um paraíso?
 

Eu sei quem você é

Em sei quem você é, de onde você é o que você está usando para acessar a Internet. Duvida? Então toma:


Powered by IPAddressLocation.org

Se quiser me xingar, vai em frente. Mas o seu IP ficará registrado.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Onde me encontrar

Onde podem me encontrar

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST