Pesquisar este blog

5 ótimos livros e 1 que pode apodrecer na estante

Recebi um convite de um meme indicado pelo Henrique para indicar cinco livros que você leu e gostou e um livro que você leu é nunca mais leria.

A minha lista dos cinco livros que eu li e gostei está logo abaixo:
  • Capitães da Areia, do Jorge Amado: É um livro que tive a oportunidade de ler três vezes enquanto eu estava na escola. É ahistória de uma gangue de meninos de rua de Salvador. Uma leitura simples e leve.
  • Auto da barca do Inferno, do Gil Vicente: Uma história cheia de ironias e sarcasmos, que conta sobre a hipocrisia da sociedade de Lisboa, há mais de 500 anos, mas que ainda é válido para qualquer sociedade, de qualquer cidade, de qualquer país, em qualquer época. E outra coisa a ser notada é que em algumas passagens do livro se fala de pedofilia cometida por padres, o que faz com que o livro seja ainda mais atual, mesmo tendo sido escrito há mais de 500 anos.
  • O crime do padre Amaro, do Eça de Queiroz: Trata-se de uma grande bofetada do Eça de Queiroz na cara do clero, e da Igreja Católica, como um todo. A história narra o assassinato do padre Amaro, e que a partir disso, começa a cometer um monte de crime. Uma leitura também bastante atual, apesar de ter sido escrito há mais de 100 anos, vistos os escândalos e os deslizes morais e éticos da Igreja Católica (e de outras religiões).
  • Vidas Secas, do Graciliano Ramos: A história se passa no setão nordestino, no meio da pobreza geral dessa região. Mais precisamente a história de uma família de sertanejos (Fabiano, Sinhá Vitória, o menino mais velho, o menino mais novo e a cachorra baleia). O triste é saber que muito pouca coisa mudou da lá para cá.
  • Viagem ao centro da terra, do Júlio Verne: Quem nunca leu esse livro (ou qualquer outro livro do Júlio Verne), não sabe o que é ficção científica.
E um livro que eu li e que não recomendo a ninguém é o Admirável mundo novo, que eu achei muito chato e enfadonho. Pode ser um livro importante, mas eu não gostei. Mudei a minha opinião a respeito do BNW. Passei a adorar esse livro. Um livro que eu indicaria para apodrecer numa estante é Amar, verbo intransitivo, do Mário de Andrade.

Convido para esse meme:
 

Eu ainda sei de onde você é

Não sei o que aconteceu que o script do IP Address Location pifou, mas eu ainda continuo sabendo onde você está (especialmente se você estiver numa escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal).

Se quiser me xingar, tudo bem, vai em frente, mas seu IP vai ficar registrado. E ai se for de uma escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal, pois você estará me xingando e usando meu dinheiro para fazer isso.

Últimos textos.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST