Pesquisar este blog

A ajuda da blogosfera na hora de votar.

Sempre que eu falo sobre esse assunto eu começo o texto com a mesma frase. Nesse texto não vai ser diferente. Estamos em ano par e como em todo ano par, é ano de eleições. E falta pouco tempo para as eleições do primeiro turno (pouco menos de três semanas).

Navegando na Internet, encontrei alguns textos que dão dicas sobre quem votar, e que falam sobre as eleições que ocorrerão nesse ano.

Antes de mais nada, além de saber como votar direito, é bom saber no que está votando, os personagens envolvidos nas eleições e personagens que participam da vida política. No blog Giba Net, encontrei um conjunto de cinco textos falando sobre isso. Abaixo estão esses cinco textos:
São cinco textos ótimos e que valem a pena serem lidos. Especialmente os dois últimos que falam das responsabilidades do vereador (parte 4) e do prefeito (parte 5). Esses dois textos são bons para pegar ingênuos (ou espertalhões) que prometem mundos e fundos, como, por exemplo, cuidar da previdência e da economia (competência do governo federal) ou então resolver os problemas da segurança (competência do governo estadual).

E também encontrei umas listas para que se escolha o melhor candidato a vereador. Abaixo as listas escritas por:
Não se esqueçam, também, do texto que eu escrevi há uns 6 meses atrás aonde relacionei alguns sites que podem te ajudar a escolher o melhor candidato. Entre eles, o Projeto Excelências.

Gostaria de complementar algumas dicas e adicionar outras que não encontrei nessas listas:
  • Sobre religião: Esse é um comentário que eu faço em todo blog ou rede social quando se fala de eleições e não me canso de escrevê-lo. Candidato que cita o nome de Deus, ou então diga frases como "Sou um político de Deus", "Tenho a mesma religião que você", "Deus ama você", "Sou candidato de Jesus" e outras, ou é um padre, pastor(a), bispo(a), reverendo, missionário(a), cônego e equivalentes, vai para a minha lista negra de pessoas que eu nunca vou votar na minha vida. E se for membro da Univer$al, aí é que vai mesmo. E com gosto. Esses candidatos, quando eleitos, são os primeiros a meter a mão. E metem a mão mesmo, sem pedir permissão para Deus (tome como exemplo os escândalos do mensalão e das sanguessugas). Além disso tem o fato de que misturar política com religião nunca dá certo (nunca dá, nunca deu e nunca dará e a história da humanidade mostra isso). Também tem o fato de que muitos usam a religião ao seu favor, já que sabem que apenas 13% da população votariam em candidato ateu. E também porque religião é o melhor meio de manipular, manobrar e conduzir as massas. Especialmente quando essas massas são compostas de pessoas com ausência de cérebro.
  • Também verifique se o candidato é fiel a um partido ou é daqueles que troca de partido como quem troca de cueca. Esse tipo de candidato (especialmente se já visitou todo o espectro político) mostra que quer ser eleito a todo custo e de qualquer maneira. E NUNCA tem as melhores intenções ao ocupar o cargo.
  • Em relação a candidatos que vêem de sindicato, movimento estudantil, movimento operário, sociedade amigos do bairro e outros. Não é novidade que esses movimentos são, infelizmente, usados por alguns espertalhões como escada para uma futura carreira política. Então, verifique se o candidato não usava o sindicato apenas para ficar encostado, ou se ele fez alguma coisa como integrante do movimento estudantil, operário, ou se fez alguma coisa pelo bairro. Em caso negativo, descarte-o. E por um motivo bem simples: Se não fez nada como integrante dessas organizações, não vai ser como político que vai fazer algo.
Alguns dos textos falam em não votar no PT. Particularmente, eu não tenho nada contra o PT. Aliás, nada contra nenhum partido. Mas mesmo assim eu não boto minha mão no fogo por nenhum deles.

E mais outras coisinhas que eu gostaria de falar:
  • Não se esqueça em quem você votou. Independente se o candidato foi eleito ou não. Se quem você votou foi eleito, aí que você não deve esquecer mesmo.
  • Entre em contato e cobre dos eleitos. Mesmo se a pessoa em que você votou não foi eleita. Afinal de contas, eles estão lá para isso.
  • Procure acompanhar a atividade do prefeito e dos vereadores.
  • Por favor, não venda seu voto.
  • E, principalmente, não pense que é só votar e pronto. Democracia não é só votar, embora seja a coisa mais importante numa democracia.
[ATUALIZAÇÃO]

Ontem, o Maurício Ricardo fez uma charge com os candidatos desprezíveis a vereador. Uma charge muito boa e que fala de algumas coisas que eu coloquei aqui. Especialmente sobre aqueles candidatos que citam o nome de Deus. E hoje, um e-mail comentado falava sobre um candidato que apelava para as torcidas, o "candidatorcida".

Já sabem, né? Coloquem o nome desses candidatos na lista negra de pessoas a nunca se votar.
 

Eu sei quem você é

Em sei quem você é, de onde você é o que você está usando para acessar a Internet. Duvida? Então toma:


Powered by IPAddressLocation.org

Se quiser me xingar, vai em frente. Mas o seu IP ficará registrado.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Onde me encontrar

Onde podem me encontrar

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST