Pesquisar este blog

Pelo direito de não votar.

É isso o que eu penso. Quero o direito de não votar. Em outras palavras, que o voto seja facultativo. É isso o que eu penso e inclusive já disse isso, nesse texto. Ao contrário do que pensa o professor Eduardo Nunes e o professor Sérgio, que pensam que o voto deve ser obrigatório.

E eu dou duas razões do porquê eu penso isso:

A primeira é que antes eu era contra o voto facultativo porque, se isso existisse, só 5% a 10% da população iria votar. Hoje eu sou a favor porque, se isso existisse, só 5% a 10% da população iria votar. Calma que eu explico. Seria uma minoria, mas uma minoria consciente. Consciente, atenta, politizada, crítica, bem informada e querendo realmente votar.

E não uma maioria de pessoas alienadas, que iriam votar em alguém porque é bonito, ou porque é gostosa, ou porque canta bem, ou porque é o filho do vizinho da sobrinha da namorada do irmão, ou porque precisa dos comprovantes para prestar concurso público.

E a segunda é por causa do que está escrito nesse texto do Futepoca. UNFUCKINBELIEVABLE!!! O cara foi até a zona (eleitoral), completamente mamado, e mal sabia em quem votar e no que era que ele iria votar!!

E o pior (e mais deprimente) é saber que o meu voto vale tanto quanto o desse pé de cana, pé inchado, pau d'água, pudim de cachaça, cara inchada, pé torto, cana brava.

Por causa dessas duas coisinhas é que eu sou a favor do voto facultativo. Que os idiotas, burros e alienados passem longe das urnas, como é o que acontece nos EUA, Europa e em alguns países vizinhos.

Recomendo também como leitura a respeito do voto facultativo esse texto escrito pelo Bender, no qual foi deixado um comentário extremamente respeitoso à democracia e às liberdades individuais. Aí vai o tal comentário:
"Tem que ser obrigatório mesmo, e digo mais, quem não votasse deveria sem (sic) preso."
Falar o que dessa manifestação de respeito à democracia e às liberdades individuais?

E termino citando esse texto da doutora Têmis. Um texto a respeito do direito ao voto. Isso mesmo, direito, não dever.
 

Eu sei quem você é

Em sei quem você é, de onde você é o que você está usando para acessar a Internet. Duvida? Então toma:


Powered by IPAddressLocation.org

Se quiser me xingar, vai em frente. Mas o seu IP ficará registrado.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST