Pesquisar este blog

Questão de vestibular.

Que o vestibular tem as suas injustiças, isso é verdade. Que há críticas e críticos ao vestibular, isso também é verdade. Que a maior parte das escolas de ensino fundamental e médio se adequam e ensinam unicamente aquilo que é pedido no vestibular, também é verdade. Mas que o vestibular tem os seus pontos positivos, como a meritocracia e a imparcialidade, é outra verdade.

Só que, de vez em quando, o pessoal que cria as provas de vestibular adoram colocar algumas "coisas diferentes". O pessoal que faz a prova de química do vestibular da Unicamp é especialista nisso.

Na prova de 2001, havia um diálogo entre um casal de namorados que iriam prestar o vestibular. Na prova de 2002, também havia um casal, só que de detetives que estavam a investigar um caso (e o caso foi revelado) e na última prova, foram feitas perguntas referentes a reportagens publicadas pela revista fapesp, uma revista de divulgação científica daqui de São Paulo.

Mas o que eu falar mesmo era a respeito de uma pergunta que caiu numa prova de química. A pergunta tinha a ver com o fenômeno da eructação.

Sim, eructação. Para quem não sabe o que é isso, eu explico. Eructação é a mesma coisa que arroto. A pergunta pedia para explicar o porquê da sensação de querer dar aquele arrotão quando se toma refrigerante.


É sério. A pergunta era essa:
Refrigerantes possuem grande quantidade de gás carbônico dissolvido. A equação abaixo representa, simplificadamente, o equilíbrio envolvendo este gás em solução aquosa.

A dissolução de gases em líquidos é favorecida pelo aumento da pressão e diminuição da temperatura. Por outro lado, a concentração de íons hidrogênio no estômago é elevada. À luz destes fatos explique a eructação (arroto) provocada pela ingestão do refrigerante.
Ainda está duvidando? Então dá uma olhada no vestibular de 1989. Tá lá a pergunta.

Pois é. A ciência está presente até no arroto nosso de cada dia.

A resposta? Dá uma lida nessa página e você vai descobrir.
 

Eu ainda sei de onde você é

Não sei o que aconteceu que o script do IP Address Location pifou, mas eu ainda continuo sabendo onde você está (especialmente se você estiver numa escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal).

Se quiser me xingar, tudo bem, vai em frente, mas seu IP vai ficar registrado. E ai se for de uma escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal, pois você estará me xingando e usando meu dinheiro para fazer isso.

Últimos textos.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST