Pesquisar este blog

Islamofobia, cristofobia, comunistofobia, ateufobia. Vou criar a Luchofobia. Que tal?

O mundo está de uma tal maneira que eu não consigo entender mais nada. Eu sempre aprendi, nas minhas aulas de português, que fobia é uma palavra de origem grega que significa tanto o medo (racional ou irracional) a algo, como, por exemplo, hidrofobia, pirofobia, acrofobia, claustrofobia; como aversão ou até mesmo ódio, como xenofobia (aversão ou ódio a estrangeiros), homofobia (aversão ou ódio a homossexuais), hipopotomonstrosesquipedaliofobia (aversão a palavras grandes. Pois é).

Só que, muito provavelmente por causa dessa merda de mundo politicamente correto, fobia atualmente é sinônimo de criticar, falar mal, falar coisa que alguém não gosta de ouvir ou então contar piada. E a partir disso, surgiu um monte de fobias. É fobia de tudo que é jeito, para todos os gostos. Temos então islamofobia, cristofobia, crentofobia, evangelicofobia, catolicofobia, socialistofobia, ateufobia, comunistofobia, gordofobia, transfobia, judeofobia. Acredite se quiser, existe todos esses termos. Se quiser, você pode usar o seu buscador preferido para encontrar textos idiotas com esses termos.

Até mesmo homofobia (essa coisa abominável) já virou sinônimo de criticar algum gay, criticar a militância gay, falar coisas que gays não gostam ou contar piadas de gays. E, por causa desse negócio de não querer ouvir crítica, também surgiu a heterofobia.

Muito bem. Já que a coisa está dessa maneira, vou criar a Luchofobia. Todo mundo que falar mal de mim, me criticar, disser algo que eu não gostei de ouvir ou falar alguma piada que envolva a minha pessoa será, automaticamente, considerado Luchofóbico. E, com um pouco mais de esforço, posso fazer com que todo Luchofóbico seja processado.

Legal, né? Não. Não é nem um pouco legal. Discordar, criticar ou ter opinião contrária agora é ofender? Se não pode criticar também não pode elogiar. Vamos acabar com todo tipo de opinião, certo? Depois quando se fala que o politicamente correto não passa de uma ditadura, algumas pessoas acham que é exagero.

Já que tudo é fobia, se tem uma coisa que eu sou é idiotofóbico e burrofóbico. Pelo menos por enquanto, ser idiotofóbico ou burrofóbico não é passível de se levar algum processo.

E para aqueles que acharem que eu sou "qualquer-coisa-fóbico", peço encarecidamente que volte a ler o texto.
 

Eu ainda sei de onde você é

Não sei o que aconteceu que o script do IP Address Location pifou, mas eu ainda continuo sabendo onde você está (especialmente se você estiver numa escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal).

Se quiser me xingar, tudo bem, vai em frente, mas seu IP vai ficar registrado. E ai se for de uma escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal, pois você estará me xingando e usando meu dinheiro para fazer isso.

Últimos textos.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST