Pesquisar este blog

Chegou o dia 31. Ainda bem!!

E, enfim, chegou o dia 31 de outubro. Chegou o segundo turno das eleição presidencial. Depois de uma campanha eleitoral nojenta, cheia de baixarias, cheia de ódio, com a imprensa apoiando descaradamente um dos candidatos e com o uso da religião na política (coisa que eu abomino), chegou, enfim, o dia da votação.

E foi eleita quem tinha que ser eleita mesmo, Dilma Vana Rousseff Linhares. Que aliás, tinha que ter sido eleita já no dia 3 de outubro.

Olha só. Eis que no dia 31 de outubro (dia de Halloween) expurgamos um vampiro. E um vampiro acompanhado de um índio.

Antes que venham aqueles que odeiam o PT sem motivo nenhum dizer das sujeiras, fraquezas, falcatruas e outras coisas negativas do PT, eu digo que eu sei de tudo de ruim que há no partido. Sei que há escroques, bandidos, filhos da puta e demais seres desprezíveis nesse partido. Mas qual é o partido que não é assim?

Só que mesmo com todas as mancadas, os erros, as falhas cometidas no governo do molusco, preferi optar pela continuidade desse governo que, apesar dos pesares, é um governo que está dando certo. Claro, ainda há muito que melhorar (eu não esqueci daquele corte de R$1,1 bi do orçamento do MCT, viu?), mas é um governo que está dando certo. Pelo menos foi um governo bem melhor do que o do sociólogo de Sorbonne.

Apesar de eu não gostar muito do PT, é muito melhor o PT lá do que o PSDB/DEMo. Aliás, melhor qualquer outro partido lá do que o PSDB/DEMo.

E o melhor de ter chegado ao fim da eleição é parar de falar de política. Chega de falar de política, não é mesmo? Chega de brigas, rusgas e desentendimentos por causa de política, não é verdade?

E, para quem não gostou do resultado, ou do texto, aqui vai uma mensagem:

Links da semana - 16

Excepcionalmente hoje, num sábado, mais uma lista de textos interessantes.
E é isso. E não se esqueçam. Amanhã, é dia de eleição. Votem na Dilma direito ou votem no Zé Pedágio vão se arrepender pelos próximos quatro anos.

Links da semana - 15

E vamos a mais uma lista de textos legais:
  • Urna eletrônica ou urna manual?, do ImprenÇa. Uma leitura recomendadíssima aos luditas e conspiracionistas bocós que (ainda) desconfiam da urna eletrônica. Afinal de contas, voto em papel é infinitamente mais seguro, não é mesmo?
  • Ela pode roubar você, do OxenTI. Não sei com o que eu mais me impressiono: De por trás desse rostinho angelical encontrar-se uma cracker perigosíssima, ou de existir uma cracker que seja linda e sexy?
  • Profecias furadas do mundo da tecnologia, do ReporterNet. As maiores mancadas futurológicas do mundo da tecnologia.
  • Realidade, do Blog do Ataliba. Nunca uma imagem disse tantas verdades com tão pouco texto. A mais pura realidade.
Até a próxima.

Meu voto no dia 31.

O que me motivou a declarar em quem eu vou votar nesse segundo turno foi esse texto escrito pelo Dragus, do Pensamentos Equivocados, em que ele também declara em quem vai votar no dia 31 de outubro. Texto esse no qual eu concordo integralmente com as opiniões deixadas por ele.

Acho que não vai ser nenhuma novidade eu dizer em quem eu vou votar (ainda mais se for levar em conta o último texto que eu publiquei), mas de qualquer maneira eu direi. No dia 31 de outubro, eu votarei na senhora Vilma Dilma Vana Rousseff.

Calma pessoal, calma. Antes de atirar as pedras eu peço por favor que leiam o texto.

O primeiro motivo que me faz na Dilma é que ela representa a continuidade de um governo que, apesar dos tropeços, dos erros, dos percauços, das cagadas e de ainda ter muita coisa que melhorar, é um governo que tem dado certo, como pode ser visto na imagem do texto anterior. Em especial no campo econômico e em especial para os mais pobres. Se você é de classe média e não concorda com o que eu escrevi, sugiro a leitura desse e desse outro texto.

O segundo motivo é o que fez com que eu concordasse com o texto do Dragus. O voto na Dilma representa um voto contra o Serra e mais do que isso. Representa um voto contra o PSDB. Um voto anti-PSDB.

Eu explico. Moro em Campinas, no estado de São Paulo, também conhecido como ninho tucano, tucanolândia ou tucanistão. Assim como o Dragus, sei do poder devastador que essas qualtro letrinhas malditas, o "P", o "S", o "D" e o "B" são capazes.

Em 16 anos de governo de PSDB e seu fiel escudeiro, o DEMo (e com direito a mais 4 anos), sucederam-se os seguintes acontecimentos:

Enfim, é isso que os tucanos fizeram em São Paulo. Transformaram a locomotiva em carroça.

E tenho mais motivos. A coisa extrapola o governo de São Paulo e chega no governo federal. Quem não se lembra, quando o sociólogo presidiu o país, da Petrobrax, da SUDAM, da SUDENE, do SIVAM, do mensalão tucano, da lista de Furnas, do caso Marka/FonteCindam, do "engavetador geral da república", da maneira como foi aprovada a reeleição, do fato dele não ter criado uma única universidade federal nem ter construído um único campus que seja, do sucateamento das universidades federais, da proliferação de universidades particulares de péssima qualidade (qualidade duvidosa é o caralho! Não passa de aforismo politicamente correto), da base de Alcântara, das idas e vindas ao FMI, da total submissão aos EUA, da explosão da dívida, do apagão, de quase não ter acontecido concursos públicos (novamente digo. Parece que o PSDB odeia funcionário público).

Ah! Lembrei de outra coisa. O governo do sociólogo foi conhecido por ter sido um governo que registrou uma das maiores taxas de desemprego da história. A criação de empregos é fomentada, dentre outros, pelo ministério do planejamento. Olha só quem foi um dos ministros do planejamento do sociólogo. E mais uma coisa. No mesmo governo do mesmo sociólogo, aconteceu o maior surto de dengue da história do país. Em 2002. E quem era o ministro da saúde na época? Ou seja, o cara é incompetente mesmo.

Sem contar que o Serra adora se apropriar de coisas que ele não criou. Como os genéricos, o seguro-desemprego (aqui outra prova), o FAT, o bilhete único em São Paulo.

E já que eu dei vários motivos de porque ser anti-PSDB, aqui vai mais um. Uma figura das mais ilibadas do PSDB: Marconi Perillo. Ex-governador de Goiás, atual senador e vice-presidente do senado e atualmente disputando, novamente, o governo de Goiás. O senhor Perillo é mais sujo que pau de galinheiro e não pensa duas vezes em perseguir e ameaçar desafetos (Jorge Kajuru que o diga).

E tudo isso ignorado solenemente pela imprensa. Eu não via os jornais, as revistas, as televisões, os portais e as rádios descerem o cacete no sociólogo, no Serra e no PSDB com a mesma intensidade, veemência e frequência com que descem o cacete no Lula, na Dilma e no PT.

Aliás, tenho mais um motivo do porque votar na Dilma. Campinas só não está na merda absoluta porque o Prefeito de Campinas, Dr. Hélio, é um grande aliado do Lula. Se fosse depender do pessoal do Palácio dos Bandeirantes, Campinas estaria fudida. As gestões dos bicudos simplesmente abandonaram a cidade.

Antes que digam, eu conheço a realidade. Eu sei:
  • Eu sei que a Dilma não é a candidata perfeita ou ideal, ou mesmo o PT é um partido perfeito ou ideal, como se um dia fosse aparecer O candidato e O partido ideais e perfeitos como disse o Robson.
  • Eu sei que o PT tem as suas sujeiras, suas falhas, seus escroques, suas figuras controversas ou "polêmicas", suas "rachaduras", mas qual é o partido que não é assim? Ou tem gente que acha que o PT é o único partido desonesto do Brasil e que existe partidos totalmente éticos e ilibados? A política brasileira é suja assim mesmo meu filho, bem vindo ao mundo real.
  • Eu sei que a candidatura da Dilma teve que costurar uma aliança com nomes bem questionáveis. Collor, Sarney, Jader Barbalho e Renan Calheiros é dose para leão, mas o Serra também fez a mesma coisa. Ou ACM Neto, Quércia, Maluf, os Bornhausen, Arruda, Roriz, Índio da Costa e Roberto Jefferson estão acima de qualquer suspeita? Esse é o preço que se tem de pagar pela "governabilidade".
  • Aliás, para as pessoas que dizem "Ah! Lula/Dilma está com Sarney", sabiam que o sociólogo também fez alianças com Sarney e Renan Calheiros, além de ter feito com o ACM? Sarney era senador e também foi presidente do senado durante a gestão do sociólogo e Renan Calheiros era ministro da justiça. E ninguém achou ruim um sociólogo social-democrata, a princípio de esquerda (só a princípio, por que depois...) ter costurado uma aliança com esse pessoal.
  • Eu sei que não há "bonzinhos" nessa disputa.
Mesmo com tudo isso, e apesar de eu não nutrir simpatias pelo PT e pela Dilma, dia 31 eu voto no 13. Antes o PT lá do que o PSDB. Aliás, antes qualquer outro partido lá do que o PSDB e seu fiel escudeiro. Se o diabo disputasse uma eleição contra o PSDB eu votaria, sem sombra de dúvidas, no diabo.

Mas de qualquer forma, eu espero que o dia 31 de outubro chegue logo. Assim acaba de uma vez por todas essa campanha eleitoral de bom gosto, de bom grado e de altíssimo nível e que não deixará saudades a ninguém. Quem discordou da minha escolha, agora concorda com isso que eu acabei de dizer.

Pronto. Agora que vocês já leram o texto, podem atirar as pedras.

Um email político interessante.

E eis que, no meio de tantos lixos spams emails políticos altamente credíveis e verdadeiros que spammers idiotas algumas pessoas têm me enviado nessas últimas semanas e que tem enchido prakaraio o meu saco, recebi um email interessante e que valeu a pena ser lido.

O tal email não continha texto algum. Tinha apenas uma imagem fazendo uma comparação entre os dois últimos governos:

A tal imagem é essa abaixo (clique para aumentar):

Eis aí a comparação. Como diz o famoso jargão, uma imagem vale mais do que mil palavras. Tire suas próprias conclusões.

Mas, se ainda você ainda quiser votar no Zé Fujão, que trata mal jornalista que pergunta coisas que ele não gostaria de falar, inclusive dando piti, além de nunca terminar o que começa, vai em frente.

Se você quiser votar no Serra porque ele é um "voto útil" e não vota nulo porque anular o voto é um sinal de "conformismo", "ignorância, "omissão" ou "alienação", vai em frente.

E se ele vier a ganhar, já sabe, todo povo tem o governo que merece.

PS: Descobri a origem da imagem. A imagem veio desse site. Aliás, há uma outra imagem comparativa.

Links da semana - 14

E aí mais uma lista de textos que me chamaram a atenção:
Até a próxima.

Ah, polícia! Ah, polícia! - 2. Ou, eu disse que isso ia acontecer.

Lembram do texto que eu escrevi a respeito da entrada da polícia e de órgãos da polícia no campus da Unicamp para investigar o GRAVÍSSIMO, brutal e imperdoável crime de cópias de livros. A polícia foi lá e apreendeu diversas cópias dos livros xerocados. Eu respondi um comentário feito pelo André (nossa, quanto link) dizendo que, do jeito que a coisa andava, daqui a pouco uma situação como essa ia acontecer em outras universidades.

E não é que eu (infelizmente) estava certo.

Fiquei sabendo a algumas semanas alguns dias atrás de uma apreensão de cópias de livros feita pela polícia. Dessa vez foi no campus da UFRJ. Maiores detalhes podem ser conferidos nesse texto.

Assim como naquele outro texto, deixo essa pergunta aqui: Os policiais querem que os estudantes façam o quê? Os livros usados nas universidades, na sua grande maioria são caros, alguns títulos estão em pouca quantidade e tem aqueles títulos que nem em sebos se encontram mais. E aí, vai fazer o quê?

Eu mesmo admito que tenho aqui em casa alguns livros xerocados que usei na faculdade. Não pode? É mau? É feio? É crime? É delito? Venham me prender então.

Como naquele outro texto que eu escrevi, desconfio que a tal "denúncia anônima" na verdade foi feita por alguma editora. Afinal de contas as editoras são a parte mais interessada nesse assunto. Pelo visto os pontos de xerox estão para as editoras da mesma maneira que a internet e as redes P2P estão para as indústrias fonográfica e cinematográfica.

E deixo aqui uma outra pergunta que eu fiz no outro texto e que o André deixou no comentário dele. Por que as editoras não investem em e-books? Aposto que ia dar bem menos dor de cabeça.

Por que ao invés de usar uma solução simples, as editoras escolhem o caminho mais complicado, as vezes usando até de truculência?

Porque a gente também tem que elogiar, né?

Primeiramente, antes de mais nada deixa eu tirar a poeira e as teias de aranha acumuladas durante esse período que eu fiquei sem dar nenhum sinal de vida. Como costumo dizer quando eu volto a publicar algo depois de ficar um bom tempo sem escrever, eu não morri.

Aqui começa o texto. Vocês se lembram do senhor Dioclécio Luz? Para quem não estiver a se lembrar, ele é aquele jornalista que escreveu uma "análise crítica" a respeito da Turma da Mônica, mostrando por A + B que a turminha incitava a violência e que era um mau exemplo para as crianças. Escrevi um texto a respeito dessa besteira, mas o melhor texto é esse aqui, comentado até pela Mônica, a filha do Maurício de Sousa.

Pois bem, eis que eu estava vendo outros textos do observatório de imprensa e encontrei um outro texto escrito pelo senhor Dioclécio Luz. Mas, ao contrário daquele texto sobre a turma da Mônica, esse outro texto é excelente. O texto ao qual eu me refiro é esse aqui.

O texto (que, como eu disse, excelente) faz uma crítica aos programas de jornalismo esportivo. Como todo mundo que acompanha os programas de jornalismo esportivo, sabe que eles cada vez menos são parecidos com programas de jornalismo, mas sim com programas de "humor". E daquele "humor" bem ao estilo Zorra Total ou A Praça é Nossa. Não há como discordar da crítica que o jornalista faz a esses programas.

Além das criticas aos programas de jornalismo esportivo, o jornalista também crítica o baixo nível técnico da copa (que final foi aquela? Parecia mais uma batalha), a selelixo do anão, o importantíssimo movimento encabeçado pelos tuiteiros (depois não sabem porque eu tenho birra com o twitter) e que foi reportagem da Veja (que serve para mostrar o nível de excelência da revista), o mimimi que a poderosa deu porque perdeu os privilégios da cobertura e entrevistas exclusivas e o anão, que, de repente, virou herói número 1 da nação e defensor dos frascos e comprimidos.

Enfim, assim como naquele texto sobre a turminha, ele desce o cacete em tudo quanto pode. Mas ao contrário do primeiro, agora ele foi extremamente feliz e coerente. O texto é ótimo e como eu disse, quem acompanhou a copa e acompanha os programas de jornalismo esportivo não vai discordar de nada do que ele escreveu.

Novamente, o texto é esse aqui. Se puder, deixe um comentário elogiando o texto. Afinal de contas a gente também tem que elogiar, né?
 

Eu sei quem você é

Em sei quem você é, de onde você é o que você está usando para acessar a Internet. Duvida? Então toma:


Powered by IPAddressLocation.org

Se quiser me xingar, vai em frente. Mas o seu IP ficará registrado.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Onde me encontrar

Onde podem me encontrar

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST