Pesquisar este blog

Já sei o que eu quero ganhar de Natal.

Hoje é dia 10 de dezembro. Portanto estamos a duas semanas do Natal.

Eu estava em dúvida a respeito do que eu queria ganhar de presente nesse Natal, mas aí eu vi uma coisa e de repente eu vi que era aquilo que eu gostaria de ganhar no dia 25 de dezembro. E aí vai. O que eu quero ganhar nesse Natal é o DVD com uma maravilha produzida pelo cinema brasileiro. Eu quero ganhar o DVD do grande filme, Cinderela Baiana, estrelada pela genial artista Carla Perez, na época em que ela era gostosa, burra e não era crente (hoje em dia ela é só burra).

O artigo da wikipédia diz que o filme foi um grande fiasco. Bobagem! Qualidade não é quantidade (ou algo assim...). E o mesmo artigo da wikipédia diz que o filme está classificado com trash. Outra bobagem!! Só os ogros que não conseguem apreciar toda a genialidade, arte, cultura e história dessa grande obra do cinema nacional.

Vai por mim, assistam esse filme. Assistam e assim vocês jamais continuarão a pagar pau para essas megaproduções multimilionárias hollywoodianas. Assistam e vocês jamais quererão saber dos enlatados estadunidenses e só quererão ver as obras primas no cinema nacional.

A grande obra que é esse filme já começa com uma cena de briga. Olhem o video abaixo e tirem suas conclusões:


Não tenho nem palavras. É... genial!!

Depois dessa cena, qualquer outra cena de ação e de briga é uma bosta. Inclusive a bosta da briga abaixo:


Fala a verdade. Essa briga acima comparada com a cena de luta do filme Made in Brazil não é bosta?

Mas não é só isso não. Existem diversas cenas que podem ser vistas no Youtube. Mas o melhor mesmo é o final. Veja o final desse filme:


Maravilhoso esse final de filme. Começa com uma mensagem politizada, afinal Carla Perez "está cansada dessas campanhas demagógicas" (andando num Mitsubishi Eclipse). Logo depois, solta os passarinhos da gaiola dizendo que, assim como as crianças, eles também devem ser livres. Logo depois continua com o discurso altamente politizado de que crianças merecem proteção, alimentação, amor e paz. Todo esse discurso altamente politizado vestida de odalisca, afinal de contas uma roupa de odalisca tem tudo a ver com o discurso.

E depois, naquilo que pode ser considerada a melhor continuação de cena da história do cinema universal, começa a dançar o Tchan. Com todos os problemas que as crianças enfrentam, elas terminam dançando o Tchan. Acho que é isso a que a escritora holandesa (ou a brasileira que mora na Holanda) naquela carta estúpida, se refere quando diz que "o povo enfrenta os desgostos sambando".

E aí, gente. Não é uma obra de arte do cinema nacional? Depois dessa obra de arte, você jamais vai querer saber dos malditos enlatados estadunidenses. Entendem agora porque eu quero isso? Aliás, como diria o Yashá Gallazzi, eu não quero, eu PRECISO disso.
 

Eu ainda sei de onde você é

Não sei o que aconteceu que o script do IP Address Location pifou, mas eu ainda continuo sabendo onde você está (especialmente se você estiver numa escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal).

Se quiser me xingar, tudo bem, vai em frente, mas seu IP vai ficar registrado. E ai se for de uma escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal, pois você estará me xingando e usando meu dinheiro para fazer isso.

Últimos textos.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST