Pesquisar este blog

E o MV-Brasil apronta mais uma.

Para quem não sabe (como se isso fosse possível), eu explico. O Movimento Pela Valorização da Cultura, do Idioma e das Riquezas do Brasil, ou simplesmente, MV-Brasil (não, não vou colocar o link do site deles, mv-brasil.org.br. Mesmo porque o site nem existe mais), como o próprio nome diz, é um grupo de pessoas que tem como objetivo defender o Brasil de todo tipo de domínio do maligno império malvadão ianque estadunidense. Seja o domínio político, econômico, militar, científico, tecnológico e, principalmente, cultural. Isso no papel.

Mas, como se diz por aí, no papel é lindo, na prática... Na prática as ações efetuadas pelos nobres guerreiros ultranacionalistas bem intencionados e de bom coração do MV-Brasil são vergonhas alheias dignas de pessoas que precisam urgentemente de uma pia e uma pilha de louça suja para lavar. Como por exemplo, dirigir uma bosta de quatro rodas que anda um Gurgel e ainda por cima defendê-lo, usar computador xing-ling para não financiar o maligno império malvadão ianque estadunidense, preferir guaraná de pobre Tubaína a Coca-cola, brigar com filho porque o filho ouve rock, cancelar curso de Inglês, achar ruim que na balada só toca música internacional. Além claro de atacar o Halloween, pois não há nada que mais fomente o nacionalismo e patriotismo típicos de sete de setembro que o Halloween. Essas e outras vergonhas alheias podem ser vistas (e lidas) nesse texto.

Isso quando eles não forjam material, como é o caso daquele livro didático que ensina crianças americanas que a Amazônia é uma reserva internacional. E não sei porque, mas eu acho que foi o pessoal do MV-Brasil que criou aquela carta da escritora holandesa falando sobre o Brasil.

Mas nada do que eu citei acima supera isso que está aqui embaixo:


É. Agora eles atacam Justin Bieber e enaltecem Luan Santana. E atacam com esse linguajar e expressão extremamente adulta, nada, nada infantil, séria e nem um pouco risível. Pois afinal de contas, Luan Santana também é cultura. E nacional. Viva Luan Santana e viva a curtura brasileira. E eu acho que seria perda de tempo dizer aos nobres guerreiros ultranacionalistas bem intencionados e de bom coração do MV-Brasil que JB é canadense.

E será que eu digo que, enquanto eu escrevi esse texto, eu ouvi Shout it out loud e I love it loud do Kiss e assisti South Park? Melhor nem falar, né?

A Maior proposta revolucionária de todos os tempos.

É isso mesmo. Encontrei nazinternétis a maior proposta revolucionária que alguém já poderia ter bolado. Uma proposta revolucionária bem ao sabor dos grandes comunistas, socialistas e anarquistas da história. Se Marx, Engels, Lênin, Trotski, Bakunin, Proudhon e outros estivessem vivos ficariam orgulhosos e com água na boca.

Chega de enrolação. A proposta revolucionária é essa que está abaixo:


Sim, publicada no Mídia Independente, sob o mote "Demita o patrão".

Claro!! Como que ninguém pensou nisso antes. Demitam os patrões, esses sanguessugas, lacaios filhos da puta do imperialismo e do capitalismo opressor e assassino (segundo as palavras do autor da campanha, que deve ser um grandíssimo retardado e débil mental). Eu chego perto do meu chefe e falo assim: "Chefe, você está demitido", a là Roberto Justus. Ou em inglês: "My boss, you-re fired", a là Donald Trump.

Das duas, uma. Ou o chefe iria dar várias altas e intensas gargalhadas ou, o que é mais provável, seria demitido. Que é o que almeja essa campanha revolucionária.

Seja demitido! Não tenha mais que viver sobre o regime opressor, assassino e imperialista do trabalho assalariado. Para que querer saber de ganhar salário se você não é livre? Vagabundeie Seja livre e viva sem nenhum tostão no bolso e com fome. Sobreviva de brisa e de fotossíntese e, se precisar de dinheiro, peça uma mesadinha para a mamãe, ou para o papai. Trabalhar para se sustentar? Besteira. Tolice. Idiotice. Toleima.

É isso aí meus camaradas revolucionários. Avante com a campanha. Pois tem coisas que só o Mídia Independente faz por você.

Saudações revolucionárias do camarada Lucho.

Doodle especial do Google para irritar pseudointelectuais.

Para quem ainda não viu (como se isso não fosse possível), é esse o Doodle ao qual eu me refiro:


E para quem ainda não sacou (como se isso também não fosse possível), o Doodle de hoje homenageia Leônidas da Silva, o diamante negro, o homem borracha, o criador da bicicleta e artilheiro da copa de 1938. Se vivo estivesse, hoje ele completaria 100 anos.

Bela (e muito legal) a homenagem da gigante de Mountain View para um dos grandes craques do futebol brasileiro (e do futebol mundial), o gênio, genial e genioso Leônidas da Silva. Sim, genioso. Antes mesmo do Heleno de Freitas, que muitos consideram o primeiro "craque problema" do futebol brasileiro, o Diamante Negro já aprontava das suas. Esse texto do UOL fala de algumas confusões que ele arrumou. Não só confusões, como polêmicas. Teve um jogador da seleção brasileira que jogou a copa de 1938 que disse que o craque teria recebido um suborno do Duce para não jogar a semifinal contra a Itália. O Brasil perdeu o jogo por 2 a 1.

Acredito que vários sãopaulinos, como o Avelino, devem ter gostado da homenagem prestada pela gigante de Mountain View. Só assim para esse pessoal ter alguma alegria com relação ao futebol, já que o Tricolor paulista... Aliás, perdeu ontem para o Criciúma. Tô falando.

E acredito também que essa homenagem do Google deve ter irritado muito os pseudointelectuais, aqueles tipinhos desprezíveis que odeiam o futebol e eventos relacionados ao futebol com todas as suas forças. Onde já se viu o Google prestar homenagem ao futebol e a jogadores de futebol?



Aliás, não só os pseudointelectuais, mas também deve ter irritado alguns babacas e idiotas (em geral, emtelequituais e jeneus de feicibuqui e comentaristas de portais de notícias e iutubi) por aí que nos últimos meses encamparam uma modinha idiota (perdoe-me o pleonasmo) de menosprezar, espezinhar, vilipendiar, maltratar, escorraçar (hipérbole, teu nome é Lucho) e odiar o ludopédio falando que é coisa alienante, que as entidades que administram o futebol são corruptas, que usam o futebol para lavar dinheiro, que a Rede Globo manda no futebol (e aqui junta o ódio congênito que o brasileiro tem pela Vênus Platinada. Ódio esse que vai até a hora que começa a novela), que o futebol desvia a atenção para o que é importante, que se gastou muito dinheiro para construir os estádios e que esses estádios são belos elefantes brancos. Novamente, onde já se viu o Google prestar homenagem ao futebol e a jogadores de futebol?

Babacas e idiotas esses que criaram e compartilharam imagens como essa:

 
Ou então essa:

 

Oras, se o futebol é usado para tudo isso e se tudo isso acontece com o futebol (e é verdade. Gosto do esporte, mas isso não me fez ficar idiota ou alienado a ponto de não ver o que acontece nos bastidores), isso não é culpa do esporte e também não é culpa dos atletas.

Certamente essa tchurminha idiota, logo após a vitória da seleção brasileira na final da copa das confederações (em que eu estava esperando ver a seleção se feder na copa das confuderações, mas quem se confuderou no final da final fui eu) comemorou e depois, claro, foi protestar e usou os mesmos pincéis, latas de tinta, sprays, cartazes e faixas usados para protestar e dizer "O Gigante Acordou" para dizer "O Campeão Voltou". Ué, mas o futebol não era alienante, não era uma coisa idiota, os estádios não são elefantes brancos superfaturados e desviava a atenção daquilo que era importante?

E, para quem quiser continuar com essa pinimba com relação ao nobre esporte bretão, saibam pois que um dos melhores congressistas do país (senão o melhor, e um dos poucos dentro daquele antro que merece ser reeleito) é um ex-jogador de futebol. E ninguém dava nada por ele, peixe.

E para terminar...


Sim, o chocolate Diamante Negro recebeu esse nome para homenagear o grande jogador. E não, não estou fazendo propaganda do chocolate. Mas se a Lacta (ou mesmo a Kraft) quiser dar um dinheirinho, a casa agradece.
 

Eu ainda sei de onde você é

Não sei o que aconteceu que o script do IP Address Location pifou, mas eu ainda continuo sabendo onde você está (especialmente se você estiver numa escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal).

Se quiser me xingar, tudo bem, vai em frente, mas seu IP vai ficar registrado. E ai se for de uma escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal, pois você estará me xingando e usando meu dinheiro para fazer isso.

Últimos textos.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST