Pesquisar este blog

Blogs políticos são uma merda!! - 2 - A vingança.

Um dos textos que eu mais gostei de escrever foi aquele que eu mostrei como os blogs políticos da Terra de Vera Cruz são uma merda. Mas eis que de repente e do nada, encontrei mais uma porcaria de um blog político brasileiro e mostra o quanto eu tenho razão a respeito dos blogueirinhos politiCUzinhos.

Confira o texto desse mais novo coliforme fecal.


Pois é. O idiota aí acha besteira destinar 10% do PIB para a educação e, o que é o pior, acha que melhorar os salários dos professores é uma porcaria e só vai servir para aumentar os gastos. Dizer o quê? Ele poderia muito bem andar de mãozinhas dadas com a Dilma e com os governadores. País de filhos da puta que têm pensamento de merda como esse só merece mesmo ser sodomizado por outros países. É brincadeira.

E onde que eu achei esse idiota? Onde eu achei esse coliforme fecal? Foi a partir desse comentário abaixo, da qual o idiota é o autor:


Lendo o comentário acima a gente consegue perceber como ele gosta de dar vazão aos seus dejetos encefálicos. O tal projeto de lei (a tal minirreforma eleitoral) que ele defende é isso aqui. Parecia ser uma coisa boa até a leitura do artigo 3°, propondo alterações na lei 9504/1997 (a lei que diz como devem ser as eleições) e as alterações nos artigos 57-D e 57-H, quando eu vi qual o verdadeiro intuito dessa "minirreforma eleitoral".

Como, você não leu o texto? Não tem problema. Eu mostro quais são esses artigos:
“Art. 57 - D
.................................................................................................
.....................................................................................................
 § 3º Sem prejuízo das sanções civis e criminais aplicáveis ao responsável, a Justiça Eleitoral poderá determinar, por solicitação do ofendido, a retirada de publicações que contenham agressões ou ataques a candidatos em sítios da internet, inclusive redes sociais.”

“Art. 57 - H
.........................................................................
.......................................................................
§ 1º Constitui crime a contratação direta ou indireta de grupo de pessoas com a finalidade específica de emitir mensagens ou comentários na internet para ofender a honra ou denegrir a imagem de candidato, partido ou coligação, punível com detenção de 2 (dois) a 4 (quatro) anos e multa de R$ 15.000,00 (quinze mil reais) a R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais).
§ 2º Igualmente incorrem em crime, punível com detenção de 6 (seis) meses a 1 (um) ano, com alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a R$ 30.000,00 (trinta mil reais), as pessoas contratadas na forma do § 1º.”

Óh, que bonitinho, o senador está preocupado com a honra e a imagem dos políticos. Preocupado é o caralho!! Leia de novo e perceba que não passa de um belíssimo cala boca. O artigo 57-D é bem claro ao falar que "poderá determinar [...] a retirada de publicações que contenham agressões ou ataques a candidatos em sítios da internet". Repare que não esse artigo faz distinção de uma crítica verdadeira e válida de uma calúnia. Se isso não é censura, eu não sei mais o que é então. Aliás, calúnia, injúria e difamação contra quem quer que seja (inclusive políticos) já são punidos pelo código penal. Para que criar uma nova lei?

E o artigo 57-H junta a fome com a vontade de comer. Além de poder censurar uma crítica válida e verdadeira, o político ainda por cima pode dizer que quem escreveu a crítica foi contratado para escrever mentiras, calúnias e difamações, pode exigir uma indenização e o acusado que se vire depois para provar que é inocente.
"Ah, mas e a presunção de inocência?"

Ate parece que você não mora no Brasil. Aqui por essas plagas, presunção de inocência e In dvbio pro reo (é assim que se escreve) de cu é rola. Se uma pessoa é acusada, ela que se vire para provar que é inocente.

E para mostrar como esse senador (aliás, para que serve senador?) não está interessado na atuação de militantes pagos, mas sim em censurar, basta olhar o artigo 100-A que fala da... regulamentação da CONTRATAÇÃO de pessoal (seja direto ou terceirizado) para atividade de militância. Ué, mas o nobre senador não queria combater esse militantes pagos? Agora fiquei na dúvida.

Mais e melhores informações sobre essa tentativa de censura podem ser vistas (e lidas, obviamente) nesse texto do Folha Política.

E não satisfeito em defender essa porcaria, o idiota entra em contato com o senador para falar a respeito do projeto de lei dele. ERA ÓBVIO QUE ELE IA FALAR QUE NÃO QUER CENSURAR NINGUÉM E NEM FAZER CENSURA, NÉ TOUPEIRA!!!!!!

Mas o pior mesmo é ter defendido esse senador. Senador que, enquanto foi governador da Paraíba, foi cassado por ter comprado votos e se tornou inelegível (inelegível, porém se elegeu senador? Só no Brasil mesmo. Valeu ficha limpa.), mas vai lançar seu querido rebento e pagou um jantar comemorativo para o querido papai com dinheiro público (dinheiro meu e seu). E isso porque o jumento "respeita o trabalho dos parlamentares, desde que desempenhem o papel constitucional de defender a Lei, a Ordem, os Direitos Fundamentais e a Democracia". Alienado é uma merda.

E, assim como eu escrevi a um tempo atrás, me surpreendi de novo com a atitude tomada por um político com relação à Internet. Novamente surpreendido com o fato de eles estarem incomodados com o que falam deles pelos tubos, já que eu sempre imaginei que eles cagassem para o que dizem deles por essa série de tubos. Eu achei que aquele caso fosse um caso isolado.
 

Eu sei quem você é

Em sei quem você é, de onde você é o que você está usando para acessar a Internet. Duvida? Então toma:


Powered by IPAddressLocation.org

Se quiser me xingar, vai em frente. Mas o seu IP ficará registrado.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST