Pesquisar este blog

Feliz dia mundial da água para você que faz a sua parte.

Depois de três semanas de inércia, eis que o blog volta a ativa. E volta num dia especial, já que hoje é dia 22 de março de 2015 e, desde 1992, convencionou-se que em todo dia 22 de março seria celebrado o dia mundial da água.

E o Brasil sempre teve uma posição privilegiada com relação à água. Afinal de contas, na Terra de Vera Cruz fica concentrada cerca de 10% de toda a água doce disponível no mundo[citation needed]. Além disso é onde fica a maior bacia hidrográfica do mundo (a bacia amazônica) e o país também conta com as duas maiores reservas hídricas do mundo, que são os aquíferos Alter do Chão e Guarani (não é Ponte Preta).

Mas de uns tempos para cá isso mudou. A seca e falta de chuvas que sempre foram tão costumeiras no sertão nordestino no Brasil chegou a outras regiões do Brasil e atingiu justamente as regiões mais populosas, mais desenvolvidas, mais ricas e mais importantes do Brasil, que são as grandes cidades e regiões metropolitanas do Sudeste. E com a diminuição da quantidade de chuvas, os principais rios e reservatórios que abastecem essas cidades e regiões tiveram quedas em suas vazões e em seus volumes. E em alguns lugares a queda foi drástica. No sistema da Cantareira, por exemplo, chegou-se a 5% da capacidade da represa, a ponto de ter que usar a segunda cota do volume morto.

E sim, houve queda sim dos reservatórios, ao contrário do que disse um vlogueiro brasileiro (me reservo de dizer o que penso desse pessoal) de nome Verdade Oculta mostrando que o sistema Cantareira está, sim, cheio e que essa estratégia de dizer que esses sistema estaria a beira do colapso não passa de mais uma das muitas tramoias perpetradas pelos Iluminattis (sei lá como escreve essa bosta), Bilbeberg, Rockfeller, maçonaria e o Seu Juca da padaria da esquina (com um nome como aquele, por que será que eu não estou surpreso que ele só publique as maiores necedades conspiracionistas? E viva a era e a sociedade da desinformação). As respostas a esse filho da puta que se vale da ignorância alheia já foram muito bem dadas nesse texto do Gilmar, nesse vídeo do Trocando Ideias e esse vídeo do Pirulla.

E com a queda da vazão e do volume desses rios e reservatórios, aconteceu aquilo que era inevitável. Racionamento, desabastecimento, falta, diminuição da pressão de distribuição e até mesmo rodízio de água aconteceram em cidades e regiões importantes como Ribeirão Preto (e isso porque a cidade fica em cima do Aquífero Guarani), a Baixada Fluminense e Baixada Santista (e isso porque ficam próximas ao litoral), a Grande Belo Horizonte, a Grande São Paulo, o Vale do Paraíba e até mesmo a Região Metropolitana de Campinas. E em Itu, por exemplo, o negócio descambou e os ituanos atacaram e depredaram a câmara de vereadores da cidade, como se os vereadores tivessem culpa pela falta de água (só falta aparecer algum débil mental me chamando de pelego pois eu estaria "defendendo" os edis de Itu). Sim, falta de água. Pro inferno com esse jargão jornaleiro politicamente correto de "crise hídrica".

E por causa disso, o cidadão comum tem tomado, somente agora que a água começou a bater na bunda (ou, nesse caso, deixou de bater), medidas preventivas para diminuir o consumo de água. Você tem feito a sua parte, somente agora, ante à falta de água que assola algumas regiões do Brasil? Então, nesse dia 22 de março de 2015, dia mundial da água, aqui vai os meus parabéns para ti. Parabéns, idiota!! Otário!! Parvo!! Néscio!! Estúpido!! Cretino!! Imbecil!! Ignorante!! Babaca!! Bobalhão!! Retardado!! Débil mental!! Leso!!

Sim, você amiguinho consciente e sabedor dos seus direitos e das suas responsabilidades que está economizando água, somente agora, por causa da crise de abastecimento. Você é tudo isso que eu disse e mais um pouco. Primeiro porque as medidas que tem sido tomadas são isentas de qualquer tipo de crítica, como, por exemplo usar água de descarga para tomar banho (pena que essa água de descarga não dê para tirar a merda que tem dentro da cabeça de quem criou uma coisa ridícula dessas), ou então ir para o vão livre do Masp fazer dancinha da chuva (incrível como todas as idiotices de paulistano são feitas no vão livre do Masp, incluindo o grande convescote de semana passada, dia 15 de março), ou então criar máquina que para gerar 1 metro cúbico de água (e sabe-se lá mais o que) gasta R$ 200,00 (e vai saber quantos litros se passaram para girar as turbinas que geraram a eletricidade que essa máquina consumiu).

Além disso, deveríamos analisar porque a quantidade de chuvas diminuiu tanto a ponto de ter seca e solo rachado em São Paulo. E não, a razão não é porque as pessoas estão chorando menos, como disse a mestra ascensorista. A razão é mais científica e menos ridícula que isso. A razão é que estão sendo diminuídas as áreas verdes. As manchas urbanas estão aumentando e as áreas verdes estão sendo desmatadas. E as principais razões para a remoção dessas áreas verdes são a especulação imobiliária, que avançou para cima das margens de rios, de áreas de mananciais, de nascentes e de proteção ambiental para construção de condomínios fechados para os bacanas e ocupações irregulares, invasões e formações de favelas. E nenhum governo controla e combate nem um, nem outro.

E sem árvores não tem transpiração, sem transpiração não tem aumento de umidade, sem aumento de umidade não tem precipitação e sem precipitação, não há chuva. E aqui vai um outro vídeo do Pirulla falando a respeito disso. Fiquei chocado quando ele disse que em 40 anos a mancha urbana da Grande São Paulo quase triplicou e a população quase dobrou, apesar que em Campinas (guardadas as devidas proporções, é claro) aconteceu algo parecido. A mancha urbana da cidade aumentou de 270 km² para 400 km² e em 40 anos a população quase quadruplicou (era de pouco mais de 300 mil em 1970 e atualmente está em quase 1,2 milhão de habitantes). Não achei as fontes dessas informações, mas assim que eu achá-las (ou alguém me disser) eu edito o texto e as coloco aqui.

Além da devastação das áreas verdes próximas as regiões metropolitanas, também tem o desmatamento que acontece na Amazônia, já que boa parte das chuvas que caem sobre São Paulo tem como origem a Amazônia, por meio dos seus rios voadores. Aliás, não fosse a Amazônia, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná seriam desertos.

E não só a quantidade de água está diminuindo como o pouco de água potável e bebível que ainda existe é tratada de qualquer jeito, sem o devido descarte e tratamento por parte de quem faz o tratamento. Em outras palavras, estão cagando no pouco de água potável que ainda resta. E aqui vai esse vídeo do Nerdologia que falou disso e também do desmatamento e diminuição das áreas verdes.
"E quando você vai falar do consumo de água?"
Agora mesmo meu querido leitor apressado. Sabe como é consumida a água no Brasil? É consumida dessa forma:
  • 72% dá água é consumida pela agricultura e agronegócio (principalmente por causa da irrigação).
  • 22% é consumida pela indústria.
  • 6% é de consumo humano (isso mesmo. SEIS porcento).
Como diria o camarada ImprenÇa {{não acredite em mim}}.

E imagino eu que boa parte dessa água é usada para a plantação, cultivo e irrigação da bosta da soja. E aí? Depois dessa você ainda acha que tomar banho de canequinha, dar descarga somente quando fizer o número 2, fazer xixi no box vão evitar o colapso hídrico?

E aos nossos amiguinhos veganos, depois disso, vocês ainda acham que o seu hábito de vida ajuda a economizar água? E no caso de vegetais é ainda pior, pois também são usados agrotóxicos. Ou seja, além de xixi, cocô, fármacos, cocaína e metais pesados, ainda se misturam os agrotóxicos à água potável.

Mas o pior nem é isso. O pior mesmo é quando jumentos donos de blogs políticos decidem dar o seu pitaco criticando quem critica que os maiores esbanjadores e consumidores de água são o agronegócio e a indústria e justificando o nome dele. Pois é, quem diria? Seguindo o paradigma do relógio quebrado, dessa vez fico do lado do comunista (com algumas ressalvas, é claro). Mas vai esperar o que de blogueiros políticos? Hein? Hein? Hein? Hein?

E eu ainda nem falei do desperdício de água. Você, caro amiguinho consciente e que faz de tudo para economizar água, saiba que empresas de tratamento e distribuição de água não só estão cagando para o tratamento e para a qualidade da água, como também estão cagando para a distribuição da mesma? Dados mostram que cerca de 31% da água distribuída pela SABESP é desperdiçada, e no caso da CEDAE, do Rio de Janeiro, o desperdício é de 50% (!!!!!). Essas informações sobre o desperdício de água quando da distribuição eu encontrei nesse texto do Cardoso.

E aqui na Região Metropolitana de Campinas é essa gracinha abaixo:
Novamente, como diria o ImprenÇa {{não acredite em mim}}

Li essa notícia folheando o jornal Correio Popular (sim, eu ainda realizo essa atividade antiquíssima que remete ao século XX. Bem menos nas últimas semanas, mas ainda a faço) e graças ao Google consegui encontrá-la aqui na Internet. Será que o Correio Popular faz parte da imprensa-golpista-burguesa-conservadora-reacionária-autoritária-malvada-feia-chata-boba-suja-fedida-que-mora-longe-elitista-racista-branca-de-olhos-azul-e-verde (ela tem heterocromia)?

Nossa. Que legal isso que acontece em Campinas. Apenas 20% da água que é distribuída é desperdiçada. Apenas 1 de cada 5 litros. Isso é irrelevante. Isso é praticamente nada. Chupa, Tóquio, com seus 2% de desperdício.

E esses vadios ainda tem a pachorra de querer multar quem desperdiça água. Será que isso também vale para eles? Será que eles vão se multar?

E claro que, quando tem um problema como esse que aflige a população, vem aquele pessoal que adora e ama de paixão coletivizar a culpa e de fazer com que cada um "reflita e medite sobre a sua parcela de responsabilidade". Bem, se esse pessoal vier me perguntar qual a minha responsabilidade pela falta de água eu vou, de cabeça erguida, peito estufado e boca cheia, responder assim: A minha responsabilidade sobre tudo isso que está acontecendo é NENHUMA. Eu sei que dar essa resposta vai chocar e estilhaçar o coração dos floquinhos que estão fazendo a sua parte, mas é isso mesmo. Vou fazer o quê? Vou falar o quê? Até porque, eu já faço tudo isso que eles, SÓ AGORA, estão fazendo. Então, definitivamente, não tenho culpa alguma.

E além disso, quando tem um problema como esse que aflige a população, não poderia faltar a presença dos sofativistas, que, com seus twittaços, #hashtags, textões de Facebook, imagens revoltadíssimas, abaixo-assinados, videozinhos irados do VocêTubo, curtidas e compartilhamentos de conteúdos, expiam culpa burguesa, aliviam consciência pesada e mostram como que eles se preocupam e como se empenham na mitigação do problema.

Essa imagem está no Tumblr e será publicada ainda hoje. Dá um tempinho.

E quando se tem uma onda sofativista sobre um determinado assunto, é evidente que não pode faltar a presença dos asnonymous Anonymous, esses MOLEQUES RETARDADOS IGNORANTES IMBECIS e ESTÚPIDOS. Seja com ataques de sites (afinal, é a única coisa que esses bostinhas sabem fazer da vidinha imprestável deles), seja com videozinhos piegas que só eles sabem fazer, seja acreditando e repassando boçalidades.

E aí? Depois de mais de 11 mil caracteres e 1800 palavras, você ainda acha que as suas atitudes vão nos salvar de um possível Mad Max?


Então, parabéns para ti. E feliz dia mundial da água para você e para todo mundo que for da sua família
 

Eu sei quem você é

Em sei quem você é, de onde você é o que você está usando para acessar a Internet. Duvida? Então toma:


Powered by IPAddressLocation.org

Se quiser me xingar, vai em frente. Mas o seu IP ficará registrado.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Onde me encontrar

Onde podem me encontrar

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST