Pesquisar este blog

Como ficar mais inteligente (de verdade)

Tive conhecimento por meio desse texto do E-farsas de um milagroso medicamento chamado Neurofos que faria a pessoa ficar mais inteligente de maneira instantânea. Naturalmente que um produto com uma promessa tão maravilhosa como essa atraiu a atenção dos brasileiros, graças a essa mania que o brasileiro tem de querer que aconteça um milagre sem ter que fazer um mínimo de esforço ou sacrifício. Especialmente, atraiu a atenção de concurseiros e vestibulandos que acham que vão ficar mais inteligentes e acham que vão gabaritar a prova sem ter estudado uma linha sequer do conteúdo pedido pela prova.

Entretanto, quem conhece um mínimo de neurociências e do funcionamento do cérebro (a ponto de não cair naquela esparrela de que usamos apenas 10% do cérebro) sabe que não há como existir um remedinho (ou qualquer outra substância) que promova o milagre do parágrafo acima e sabe que um remedinho como esse não vai funcionar. Aliás, jamais vai funcionar.

E, novamente, graças a mania do brasileiro de querer um milagre sem ter de fazer qualquer tipo de esforço ou sacrifício, entram em campo os golpistas, pilantras e estelionatários que faturam em cima dos trouxas que acham que, enfim, encontraram a panaceia, a solução de todos os seus problemas. Obviamente (e infelizmente) que faturar em cima da estupidez alheia é crime (o famoso artigo 171 do código penal). Sim, infelizmente, pois num mundo ideal (que seria o meu mundo) isso não seria crime, já que trouxa que mais é que perder dinheiro para ver se deixa de ser trouxa, o que nunca acontece. Que o digam Herbalife, TelexFree, BBom, FRPromotora, Hoken, Priples e outros golpes da pirâmide. Se bem que, pensando bem, vai ver que é por isso que é crime. É o Estado protegendo o idiota de se foder por conta de suas idiotices, mas isso já é elucubração demais e já estou me dispersando.

Mas saibam que há maneiras de ficar mais inteligente sim. São formas que funcionam, porém não são milagrosas e nem milagreiras e não vão surtir resultados do dia para a noite. O processo é lento e gradual, respeitando as limitações do cérebro.

Quais são essas maneiras? Os vídeos abaixo possuem algumas delas:


Link para o vídeo


Link para o vídeo


Link para o vídeo


Link para o vídeo


Link para o vídeo


Link para o vídeo


Link para o vídeo

Aliás, não são somente dicas para ficar mais inteligente, como também tem dicas para melhorar o ridículo sistema educacional brasileiro, como mostrado nos vídeos do saudoso professor Pier (sim, infelizmente ele não está mais entre nós. Enquanto isso o Danilo Gentili está vivo. Não poderia ser feita uma troca?). Inclusive, essas palestras do professor Pier me lembrou muito o André, especialmente com relação às críticas feitas aos construtivistas e ao construtivismo, às pedabobas e à "pedagorreia" (adorei essa palavra. Da primeira vez que a ouvi, ri muito) em geral, ao ministério da verdade educação (que no fim das contas acaba atuando como um miniver), ao ECA (não poderia ter nome melhor essa porcaria de lei. Uma Eca mesmo!!) e à trifecta marxista maligna da educação: Paulo Freire, Piaget e Vygotsky. Inclusive mandei por e-mail alguns do vídeos do professor Pier para o André. Ele tanto fala que não entende de neurociências, quem sabe com os vídeos que passei ele começa a entender um pouco da área. :)

E são dicas que realmente melhoram qualquer escola e que tem muito mais eficácia do que jornaleco realizar mesa redonda com um apresentador de reality show, um pesquisador universitário, um observador de favelas (uadarréu???), um maconheiro que sempre posou de paladino e arauto da ética e da moralidade na política mas que ao mesmo tempo fazia a filhinha querida do coração viajar o mundo todo para surfar com passagens aéreas pagas às nossas custas e NENHUM professor (nem na mesa, nem no público) que entre uma masturbação discussão e outra chegam às inéditas e incríveis conclusões de que "as aulas têm de se adaptar à realidade do aluno" e "a culpa é do professor".

E com esse vídeos falando sobre a importância do sono e sobre o quer acontece quando dormimos, me lembrei de um episódio do Beakman que falou justamente sobre o sono.

Além disso, toda essa história de ECA, lição de casa e crianças e adolescentes de Tumblr criados com Merthiolate que não arde e leite com pera que não podem ser contrariados pelo professor  (aliás, que não podem ser contrariados por NINGUÉM), me fez lembrar de uma história que aconteceu comigo, quando estava na 7ª série (que atualmente é a 8ª série, graças a uma das muitas mudanças esdrúxulas e inúteis feitas pelo ministério da verdade educação). Nessa história, a professora de geografia (até lembro o nome dela. Ela se chamava Rosa Maria), percebendo que a nossa turma não era muito de fazer o dever de casa, fez uma coisa: Passou uma tarefa numa aula e, na aula seguinte, viu quem tinha feito e quem não tinha feito e, ao fim da aula, pegou o caderno de quem tinha feito a tarefa de casa e deu nota. Como se fosse prova. Quem não tinha feito a tarefa era como se tivesse tirado zero numa prova e muito desse pessoal não conseguiu se recuperar e fechou o bimestre com nota vermelha em geografia. O que teve de gente chorando no final do bimestre, especialmente aqueles CDFs que jamais tiveram uma nota vermelha no boletim, foi uma enormidade. Apesar disso, sabe quantos papais e mamães foram até a escola pedir a cabeça da professora? Nenhum. Imagina se fosse feito isso nos dias de hoje.



Aliás, a escola onde eu estudava aplicava provas de surpresa e não apareceu nenhum pai ou mãe com tijolo na mão e nem ficamos com TDAH, hiperatividade, dislexia, discalculia e gripe suína. Não, não era colégio militar. Sim, era colégio católico.

Enfim, depois de feita essa digressão a um passado bastante remoto e depois de ter sido feitas várias dispersões, sejam apresentados a dicas de como ficar mais inteligente (tem outros vídeos com outras dicas. É só questão de procurar). Sinto decepcioná-los por não serem soluções milagrosas (nem milagreiras) e que não surtirão resultados do dia para a noite. Mas se forem feitas, e forem bem feitas, certamente darão resultados.

Mas você pode achar que essas dicas são bobagens, que essas dicas são besteiras, que é muita coisa para ver (pois ficar o dia todo no facebosta vendo o que os seus "amigos" fazem, tudo bem, mas assistir a algumas horas de vídeos de dicas que podem surtir algum resultado é muito. Vai entender) e vai arriscar e usar o Neurofos. E também até arrisque usar junto com um pouco de Ritalina para se acalmar, se concentrar e evitar uma eventual TDAH, doença essa que seu "diagnosticador" afirmou ter inventado para poder vender bastante Ritalina. Aí quem sou em para te impedir?

Vai em frente. Você é livre para fazer isso. O dinheiro é seu. E o organismo é seu também. Boa sorte e bons divertimentos.
 

Eu ainda sei de onde você é

Não sei o que aconteceu que o script do IP Address Location pifou, mas eu ainda continuo sabendo onde você está (especialmente se você estiver numa escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal).

Se quiser me xingar, tudo bem, vai em frente, mas seu IP vai ficar registrado. E ai se for de uma escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal, pois você estará me xingando e usando meu dinheiro para fazer isso.

Últimos textos.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST