Pesquisar este blog

Tem culpa eu?

Encontrei uma coisa no Twitter envolvendo ativismo de sofá e que originalmente iria apenas para o Tumblr, mas como envolve mais do que ativismo de sofá, decidi colocar aqui também. E são duas coisas que eu amo de paixão (só que não): O rock brasileiro e seus artistas (se é que dá para chamar o que eles produzem de arte. Mas que seja). Vamos lá então.


Pois é. A pessoa aí votou num senador corrupto, achando que ele era ficha limpa, esse senador corrupto foi eleito, se envolveu em algum escândalo de corrupção e questiona se tudo isso que aconteceu foi culpa dela. Não, linda criatura. Este senador corrupto está na poltrona onde está e só está fazendo tudo o que está fazendo pois ele caiu da espaçonave que transportava ele diretamente naquela poltrona. Pode ficar tranquila, linda criatura, você não tem culpa de nada.

Eu só não entendi uma coisa. Como que pode um senador (e isso não vale só para senador, deputado ou políticos em geral. Vale para qualquer pessoa) que é corrupto, mas tem ficha limpa? Ambas são imiscíveis. Se é corrupto, não tem ficha limpa. Se tem ficha limpa, não é corrupto. E se o senador é corrupto, então ele não tem a ficha limpa e assim sendo, o cidadão aí poderia muito bem usar a Internet para investigar o passado negro do senador. Mas não. Internet para essa pessoa só serve para ficar no Twitter falando com subcelebridade roqueira brasileira que, já que não se destaca mais pelas merdas das músicas que faz, acaba tendo que fazer figuração em novela e apresentar programa de mulherzinha (não virou cervejeiro. Ainda).

Aliás, por falar em ficha limpa, cadê a lei da ficha limpa que não barrou a candidatura desse senador ou mesmo não o cassou? Como de costume a lei da fichinha limpinha mostrando a que veio e mostrando o que realmente: Um dos maiores embustes que já surgiu, que só serviu para agradar jacu e enganar trouxa mesmerizado com o "poder da inciativa popular". Até mesmo porque, o que esperar de uma lei que visava moralizar a política e combater a corrupção mas que teve como relator um senador que mais tarde foi cassado por corrupção? Mas foi cassado pelos próprios senadores, já que a lei da fichinha limpinha, mais uma vez, não serviu para bosta alguma.

No frigir dos ovos, temos eleitores idiotas, cretinos e ignorantes votando e elegendo políticos filhos da puta. Mas depois vão vociferar nazinternéti dizendo que políticos deveriam ser mandados para a Ilha da Queimada Grande (ou qualquer outro lugar perigoso para se viver), ou que eles deveriam participar de um reality show russo. Mas só os políticos. Os desgraçados dos eleitores que votaram neles, não. Até porque, condenar os eleitores é coisa de babaca.

Mas calma que o pior está por vir. O pior mesmo é saber que o voto da pessoa aí vale o mesmo que o meu e que o seu, querido leitor, e que essa pessoa, além de votar para senador, também vota para deputado e para presidente. Mas eu não acho que esse tipo de gente deveria ser proibida de votar. Até porque eu sou o Lucho e não um sofativista mendigo que acha que está revolucionando o país porém não consegue nem diminuir a merda do preço de um ovo de páscoa. E além do mais, aqui é Blog do Lucho, porra!!, e não o HuffingtonPost (estudante de filosofia. Como sempre as humanas mostrando para que servem).
 

Eu sei quem você é

Em sei quem você é, de onde você é o que você está usando para acessar a Internet. Duvida? Então toma:


Powered by IPAddressLocation.org

Se quiser me xingar, vai em frente. Mas o seu IP ficará registrado.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST