Pesquisar este blog

Varejão do Ensino oferecendo Bolsa de 100%? Vai sonhando...

Já vi muita gente questionando o porquê de ainda existir propaganda e por que empresas gastam tanto dinheiro com publicidade e propaganda, já que essas pessoas que fazem essas perguntas não são influenciadas por propagandas (aham, tá bom. Podem não se influenciar com propagandas, mas com outras coisas, certamente elas são influenciadas). A resposta para esses dois questionamentos é a mesma: Porque funciona. Empresas não jogam dinheiro na privada e depois dão descarga. Elas gastam dinheiro com propagandas porque elas sabem que elas funcionam, que elas chamam atenção. Caso não funcionasse, as empresas não gastariam um centavo.

E uma propaganda dessas acabou chamando a minha atenção (olha só como funciona). Na tal da propaganda, uma universidade particular (dessas universidades caça-níquel, que só quer saber de dinheiro, localizada em área nobre, com mensalidades altíssimas e que, para não fazer propaganda aqui de quem não deve, doravante será chamada de Varejão do Ensino) estava oferecendo bolsa de estudo de 100%. Em outras palavras, uma faculdade que só quer saber do dinheiro do estudante está oferecendo oportunidade de alguém estudar lá de graça. Na hora, minhas anteninhas de vinil detectaram que havia truta nisso aí, ou que havia coelho nessa toca.

Primeiramente que a página para se inscrever para receber a bolsa é uma página extremamente comprida, e o link com o regulamento estava no rodapé da página, num link bem pequeno e bem discreto. Cliquei no link e apareceu um PDF.



Uma coisa que eu esqueci de dizer é que as Bolsas de Estudos levavam em consideração o ENEM, cujas inscrições começaram nessa segunda-feira, que em três dias teve 2,5 milhões de inscritos (caralho!!!) e vão até sexta agora, dia 18. E para ter bolsa de 100% teria que ter obtido pelo menos 800 pontos (de 1000 pontos possíveis) na prova. OK, isso eu acho justo (sem ironias). Você não vai dar o benefício de  desconto de mensalidade a quem não sabe nem ler e escrever e tira nota baixa no ENEM (só em pedagogia isso acontece. Mas desde quando pedagogia é curso e pedagogo é gente?).

Mas vocês repararam que há um asterisco no item em que fala sobre o desconto integral? Isso significa que há uma condição para que seja dada essa bolsa integral. Que é...


Pois é. Bom demais para ser verdade. Desconto integral apenas para as TRÊS PRIMEIRAS INSCRIÇÕES? Depois que se passar a enorme quantidade de três inscrições de pessoas que tiraram mais de 800 pontos no ENEM, os azarados subsequentes terão o "privilégio" e o "benefício" de receberem desconto de 50% nas mensalidades. Pode parecer muito, mas trata-se de uma universidade caça-níquel em bairro nobre de mensalidade extremamente cara. Mesmo com desconto pela metade, a mesma ainda é de 4 dígitos.

E tem mais:


Isso mesmo. Não é para todos. Vocês que querem fazer cursos de medicina humana, medicina veterinária (cursos extremamente baratos), gastronomia, cursos a tarde ou cursos online, mesmo que tenham tirado mais de 800 pontos no ENEM, não terão nem bolsa de 5%. E se fodem aí.

Realmente, tinha truta nessa propaganda. Depois de tudo isso a conclusão a que se chega é: Como sempre, o Lucho está certo.
 

Eu ainda sei de onde você é

Não sei o que aconteceu que o script do IP Address Location pifou, mas eu ainda continuo sabendo onde você está (especialmente se você estiver numa escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal).

Se quiser me xingar, tudo bem, vai em frente, mas seu IP vai ficar registrado. E ai se for de uma escola ou universidade pública ou qualquer órgão ou empresa estatal, pois você estará me xingando e usando meu dinheiro para fazer isso.

Últimos textos.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST